Google anuncia o que muitos esperavam: seu próprio sistema operacional baseado no Chrome

Ícone do Google ChromeO rumor não é de agora, mas se intensificou bastante ontem em um artigo do Ars Technica, sendo confirmado horas depois pelo Google, que acaba de anunciar um novo e grande projeto: o Google Chrome OS (OS = Operating System, ou Sistema Operacional).

“Anunciar”, mesmo, porque ainda não há nada palpável do Chrome OS — ele é um projeto em estágios iniciais de desenvolvimento, que só terá seu código aberto daqui pro final do ano. O Google prevê que os primeiros consumidores poderão colocar as mãos nele a partir do segundo semestre de 2010, apenas.

O objetivo dos caras, evidentemente, é “tornar os computadores melhores”, e a escolha do nome não foi à toa: o Chrome OS será um sistema operacional totalmente baseado na web, construído em cima de um kernel Linux (compatível tanto com chips x86 quanto com ARM) e oferecendo uma interface mínima que permita ao usuário estar conectado e acessando todos os seus web apps em poucos segundos.

Junto de tudo isso, ele acompanhará toda a arquitetura de segurança já trabalhada por eles em seu navegador independente, tirando das costas do usuário o trabalho de ter que se preocupar com vírus, malwares, spywares e security updates constantes. “Simplicidade, velocidade e segurança são os aspectos-chave do Google Chrome OS”, afirma Sundar Pichai, vice-presidente de gerência de produtos na firma de Mountain View.

Apesar de ser direcionado principalmente para netbooks, o Google Chrome OS rodará em qualquer tipo de computador, inclusive desktops parrudos. O curioso é que muito do projeto conflita com o Android, mas o Google deixa claro que ambos continuarão com trajetórias separadas, e que as particularidades de ambos serão suficientes para facilitar a escolha do consumidor.

É, nunca a Microsoft esteve tão na mira do Google.

Posts recomendados
Comentários

O Modo Escuro foi ativado ou desativado.
Atualize esta página para ver os comentários.


Carregar mais posts recentes