Adobe adota WebKit como forma de criação de extensões para a próxima geração da Creative Suite

WebKitEm um breve artigo publicado em seu blog, John Nack, gerente de produto da Adobe para o Photoshop, anunciou que a próxima geração da Creative Suite trará integração com o WebKit para fins de extensibilidade. Como se trata de um framework nativo do Mac OS X, a empresa espera obter enormes resultados em termos de funções que poderão estar nas mãos de desenvolvedores, a fim de que construam melhores complementos para os aplicativos do pacote.

Para que essa tarefa pudesse ser cumprida entre múltiplos programas da Creative Suite, a Adobe usou tecnologias baseadas em Flash por anos, mas ela não pensa em largá-las de mão com a introdução do WebKit, e sim mantê-las como uma opção. Essa união é atualmente um dos princípios básicos do Adobe AIR, que trouxe enormes resultados para a empresa e é exatamente o que ela pretende apoiar no futuro, em termos de extensibilidade.

O WebKit vem crescendo em termos de popularidade ao redor do mundo, à medida que a Apple cresce no mercado com o Safari e outras empresas o adotam para diversos aplicativos (como Google Chrome e Android Browser) e até sistemas operacionais (como Chrome OS e Palm webOS). Atualmente, o browser engine criado em Cupertino a partir do projeto KHTML lidera a adoção de elementos do padrão HTML5 e propõe novos experimentos para CSS e desenvolvimento web em geral.

Agora, usá-lo em situações fora do contexto da web está se tornando uma área interessante para várias empresas, devido a funcionalidades extras de gráficos, mídia e acesso a sistemas de arquivos que ele oferece. O iTunes é um exemplo de onde isso é constatado, pois Extras e LPs são baseados no WebKit.

Posts recomendados
Comentários

O Modo Escuro foi ativado ou desativado.
Atualize esta página para ver os comentários.


Carregar mais posts recentes