Apesar de adquirido pela Apple, Lala também estava na mira do Google (história familiar?)

Caso o The Wall Street Journal esteja certo, a Apple não era a única empresa interessada em adquirir o portal musical Lala, porém chegou primeiro e logo fechou negócio com os donos do site. No entanto, quem estava atrás deles para um acordo era ninguém menos que o Google, responsável por tirar a rede de anúncios AdMob da mira da Apple há algumas semanas, num acordo de US$750 milhões.

Logo do Google numa maçã (Apple)

Isso leva à conclusão de que as duas empresas se tornaram muito competitivas por trás da opinião pública nos últimos meses, muito mais do que se imaginava com a simples saída de Eric Schmidt (CEO do Google) da diretoria da Apple. A gigante de buscas aparenta estar interessada em competir mais nas áreas em que ela possui certa influência, como browsers (Chrome) e sistemas operacionais para smartphones (Android) e netbooks (Chrome OS).

Por outro lado, a Apple começou a prestar atenção na possibilidade de lidar com publicidade online, graças ao sucesso que essa oportunidade de negócios fez na sua plataforma móvel — ou então percebeu que a AdMob pode fornecer informações sobre a App Store que ela não queira revelar no futuro. Além disso, a aquisição de serviços online com o Lala sugere que ela também pretende investir mais em meios de ampliar a experiência de uso dos seus produtos através da web, o que acaba coincidindo com interesses do Google.

Dessa forma, as duas empresas querem concorrer cada vez mais em áreas nas quais elas não tinham interesse algum no passado, algo que não deverá acabar logo. Como elas possuem uma grande quantidade de dinheiro em caixa, fazer isso através da compra de start-ups deverá se tornar cada vez mais comum.

No entanto, até agora a Apple apenas se interessou por empresas que, apesar de lhe oferecerem espaço para crescer em áreas competitivas com o Google, também protegem seus atuais interesses. O Lala é um portal de músicas que daria à gigante de buscas espaço para uma loja online, por exemplo, mas para o pessoal de Cupertino, as ambições deverão ser um pouco menores.

[via AppleInsider]

Posts recomendados
Comentários

O Modo Escuro foi ativado ou desativado.
Atualize esta página para ver os comentários.


Carregar mais posts recentes