Apple é eleita a empresa mais respeitada no ranking da Barron’s Magazine

Na sua lista anual de empresas mais respeitadas, a Barron’s Magazine elegeu neste ano a Apple como campeã. “Se um acionista da Apple tivesse adormecido no verão de 2008 e não acordasse até o Natal de 2009, ele dificilmente perceberia que houve algo de errado [nesse período], com base no valor das ações”, escreveu Vito J. Racanelli. Pelo visto, a capacidade dela de ignorar uma crise econômica lhe rendeu pontos extras.

A eleição levou em conta, além do desempenho acionário das empresas, outras características, como capacidade de gerenciamento e práticas éticas nos negócios.

John Cregan, gerente monetário veterano na Hotchkiss Associates [uma unidade do United Capital Financial Advisers], diz admirar a Apple porque a companhia “está no topo da lista de antecipar mudanças. Eles não trabalham para descobrir o que os consumidores querem; em vez disso dizem ‘Olhe para este avanço na tecnologia. Ele nos permite construir isto. Você pode não querê-lo agora ou nem saber o que fazer com ele, mas você vai desejá-lo e nós vamos construí-lo.’”

A lista das dez empresas mais respeitadas ficou assim:

  1. Apple (AAPL)
  2. Johnson & Johnson (JNJ)
  3. Procter and Gamble (PG)
  4. IBM (IBM)
  5. Berkshire Hathaway (BRK-A)
  6. Toyota Motor (TM)
  7. McDonalds (MCD)
  8. Google (GOOG)
  9. Cisco (CSCO)
  10. Amazon (AMZN)

Depois de uma sequência de altos e baixos significantes, a AAPL fechou a última sexta-feira cotada a US$200,38.

[via Fortune Brainstorm Tech]

Posts recomendados
Comentários

O Modo Escuro foi ativado ou desativado.
Atualize esta página para ver os comentários.


Carregar mais posts recentes