Escola é acusada de espionar alunos com MacBooks

Há quem acredite que notebooks deveriam ser distribuídos para uso em escolas em uma abrangência maior do que a atual — que ainda não cobre nem uma parcela considerável de instituições particulares —, mas um caso que está sendo investigado em uma escola norte-americana com certeza fará muita gente pensar o oposto. Ela está sendo acusada de usar MacBooks para espionar os alunos em suas casas, através de um sistema de monitoramento remoto que a Apple apenas fornece para fins corporativos.

A justiça dos Estados Unidos apenas está investigando um caso na Pensilvânia, aberto pelos pais de um aluno que teria sido repreendido pela instituição por “comportamento impróprio” em sua casa, comprovado por uma foto tirada com a iSight do seu MacBook (fornecido pela escola). Tanto a máquina quanto os softwares nela presentes deveriam ser usados apenas para acesso a recursos da escola, mas ninguém esperava que ela poderia usá-lo remotamente para tirar fotos sem autorização, algo que foi constatado pelo pai do estudante.

Representantes da escola alegaram que apenas usam a câmera dos MacBooks remotamente em casos de perda e roubo, mas aparentemente isso não é verdade, visto que outros estudantes alegaram ter visto as iSights de suas respectivas máquinas sendo ligadas ocasionalmente. Quando tentaram fazer contato coma instituição para esclarecimentos, alguns deles foram informados que tratava-se apenas de um problema técnico, enquanto outros receberam uma resposta mais estranha, relacionada com os aplicativos que usam.

Em meio a todo tipo de resposta estranha da escola, o caso acabou virando investigação do FBI, que começou a exigir dela informações para avaliar se não está infringindo leis federais relacionadas à invasão de privacidade por meio de computadores. Até o momento, o que ficou claro pela investigação federal é que a instituição ativou webcams 42 vezes nos últimos três anos e meio, mas sem a intenção de monitorar ninguém.

Posts recomendados
Comentários

O Modo Escuro foi ativado ou desativado.
Atualize esta página para ver os comentários.


Carregar mais posts recentes