Empresário e ex-empregado da Apple Brasil, Dinho Martinelli morre em assalto

por Marco Andrei Kichalowsky

Uma triste notícia para o mundo Apple no Brasil: morreu ontem Waldomiro Martinelli, vítima de um assalto. Dinho foi morto a tiros no final da noite desta segunda-feira (22/2), ao reagir a um assalto em frente a um prédio no Mandaqui, Zona Norte de São Paulo.

Marcelo Tas e Dinho Martinelli em evento da Apple Brasil

Marcelo Tas e Dinho Martinelli em evento da Apple Brasil

Segundo informações de jornais, Dinho estava em um Audi A3 preto e havia acabado de deixar uma pessoa no prédio, quando foi abordado por dois homens armados. Ao entrar em luta corporal com um deles, foi baleado e morreu no pronto-socorro.

Para os novatos no mundo Mac, Dinho iniciou sua carreira na Apple Brasil em 1997, onde trabalhou por mais de nove anos no departamento comercial. Saindo da Maçã, Dinho chegou a montar uma empresa para importação de Macs para o Brasil, tentando concorrer com o circuito estabelecido como oficial.

Depois de rodar por empresas trabalhando com comércio exterior, montou sua própria companhia de importação, a Xpediant. O centro de distribuição da Xpediant localizava-se no bairro do Mandaqui. Talvez Dinho estivesse deixando um colega de trabalho em casa antes de voltar para sua própria casa.

Conheci Dinho no evento Apple World ’98 e desde então tínhamos uma relação de amizade. Por um tempo, Dinho morou em Porto Alegre e trocamos dicas não só de Mac bem como da minha cidade natal.

Lamento muito o ocorrido e ofereço meus sentimentos à sua família.

[informações: Último Segundo]

Posts recomendados
Comentários

O Modo Escuro foi ativado ou desativado.
Atualize esta página para ver os comentários.


Carregar mais posts recentes