Confira os destaques da reunião anual de acionistas realizada hoje na Apple

Conforme previsto, foi realizada hoje no campus da Apple uma reunião com seus acionistas, destinada a colocá-los a par da situação da empresa e de alguns planos para o futuro. Um dos destaques do encontro foi a reeleição de todos os membros da sua diretoria executiva — com exceção de Eric Schmidt, CEO do Google, que a abandonou em agosto do ano passado para evitar conflitos de interesse em áreas nas quais a gigante de buscas estava concorrendo com a Maçã.

Steve Jobs, que estava muito bem disposto e sadio, segundo os participantes da reunião, comentou bastante a grande quantidade de dinheiro que sua empresa possui em caixa no momento, superior a US$40 bilhões. De acordo com o executivo, tal montante concede segurança e flexibilidade para os seus negócios, em vez de ser considerado apenas como algo capaz de estimular o preço das ações.

Para que ele cresça mais, Jobs acredita que a Apple deve “pensar alto” e usar o dinheiro em caixa para a realização de investimentos que tenham retorno positivo às suas operações, mesmo que, num primeiro momento, eles não representem nada além de riscos — se bem que são poucos os riscos que US$40 bilhões não possam resolver. 😛 Não foram citados quais investimentos são (ou serão) esses, mas alguns deles podem estar relacionados com a compra de empresas, como já ocorreu com Lala e Quattro Wireless.

Também foi abordado na reunião um grande plano referente a lojas de varejo na China. A primeira foi aberta em 2008 para os Jogos Olímpicos, mas, nos próximos dois anos, a Apple planeja abrir 25 Retail Stores no país, sendo a próxima programada para inauguração no terceiro trimestre, na cidade de Xangai.

Além dessas notícias mais importantes, um destaque do encontro de hoje foi uma discussão gerada por um dos acionistas da empresa sobre a sua potencial preocupação exagerada com sustentabilidade, que aparentemente considerou “mentirosa” a consultoria ambiental da Apple (feita por Al Gore, um dos membros da diretoria). Entretanto, Gore foi apoiado por vários dos participantes, que consideram a preocupação da empresa com o meio ambiente bastante satisfatória — embora ainda tenha algumas falhas, de acordo com certas instituições de defesa do desenvolvimento sustentável, como o Greenpeace.

[via Fortune Brainstorm Tech]

Posts recomendados
Comentários

O Modo Escuro foi ativado ou desativado.
Atualize esta página para ver os comentários.


Carregar mais posts recentes