Polícia recolhe computadores de Jason Chen, editor do Gizmodo

Recentemente noticiamos que a divisão REACT (Rapid Enforcement Allied Computer Team) do Departamento de Polícia do Vale do Silício investigaria o caso do protótipo de iPhone que caiu nas mãos do Gizmodo. Uma medida enérgica já foi tomada: um destacamento policial invadiu a casa de Jason Chen enquanto ele estava ausente e apreendeu uma série de bens do editor. Caso você não o conheça, foi ele quem assinou o mais controverso (e acessado) post na história do blog de tecnologia.

Dentre os bens apreendidos estão um servidor HP, três notebooks Apple, dois Dell e um IBM. A operação de busca teria se iniciado enquanto Chen estava em um restaurante com sua esposa e, por não haver ninguém na casa, teria sido preciso forçar a entrada no domicílio do editor.

A Gawker (dona do Gizmodo) já providenciou uma resposta legal ao evento, alegando a ilegalidade do confisco de bens empregados para o exercício da atividade de jornalista (inclusive online), conforme o Código Penal do Estado da Califórnia. Também foi apontado que o horário em que Chen chegou em casa e encontrou o time de policiais vasculhando suas coisas (21h45) não condiz com a vedação de busca noturna registrada no mandado de busca. Contudo, os policiais alegaram estar na propriedade do editor “há algumas horas”, o que pode invalidar tal alegação.

Parece um pesadelo — e deve estar apenas começando.

Posts recomendados
Comentários

O Modo Escuro foi ativado ou desativado.
Atualize esta página para ver os comentários.


Carregar mais posts recentes