Courier é um projeto oficial da Microsoft — pena que a confirmação veio junto com seu fim

Para onde os sonhos vão, quando acordamos? Por que algumas criaturas mágicas precisam desaparecer antes mesmo de se revelarem plenamente a nós? Em 23 de setembro de 2009 vimos aqui um vídeo de um produto mágico, assinado pela Microsoft, algo que poderia revolucionar o mercado de computação portátil. Era o projeto Courier.

Lembrar é viver, e este vídeo ajudará na tarefa:

[youtube]http://www.youtube.com/watch?v=pFQWc79TYcU[/youtube]

Em qualquer dado momento, em qualquer um de nossos grupos de negócios, há novas ideias sendo investigadas, testadas e incubadas. Está no DNA da Microsoft desenvolver continuamente e incubar novas tecnologias para encorajar produtividade e criatividade. O projeto “Courier” é um exemplo deste tipo de esforço e suas tecnologias serão avaliadas para uso em futuras ofertas da Microsoft, mas não temos planos de construir tal equipamento no momento.

Com estas palavras, Frank Shaw, vice-presidente de comunicações corporativas da Microsoft, pôs uma pedra sobre a pequena tablet de duas telas que todos nós queríamos amar. Ela teria uma câmera com flash, ela teria uma stylus e, quem sabe, uma porta USB.

Não mais. Agora o Courier vai passar o resto da eternidade numa imensa nuvem de vaporware, lá no céu, ao lado de Duke Nukem Forever. O iPad continua sem concorrente — o que é péssimo para todos os consumidores.

[via Gizmodo]

Posts recomendados
Comentários

O Modo Escuro foi ativado ou desativado.
Atualize esta página para ver os comentários.


Carregar mais posts recentes