VLC para iOS viola licença GPL, Apple leva a culpa e cobras mordem suas próprias caudas

Ícone do VLC para iOSOk, alguém me faça o favor de explicar que marmota é essa: Rémi Denis-Courmont, um dos principais desenvolvedores do VLC para desktops, mandou uma notificação oficial de infração de copyright para a Apple, acusando-a de distribuir irregularmente o VLC para iOS, violando a GNU General Public License (GPL). Acontece que, por ser um projeto de código aberto, o app não pode ser distribuído com DRM.

Apesar de reconhecer que os desenvolvedores do app deveriam ter percebido a incompatibilidade do VLC com o modelo de distribuição da App Store, Courmont acusa a Apple de ser intransigente no controle da plataforma móvel dela.

Dane-se a lógica: o app está disponível gratuitamente para quem quiser baixar, a Apple arca com todas as despesas de hospedagem e distribuição, o binário fica nos servidores dela, ela é quem distribui as atualizações e o mané vem reclamar de uma coisa que é absolutamente irrelevante em termos práticos só por causa de inflexibilidade legal? Quer tirar o app da loja, tire! Jogue fora o trabalho dos desenvolvedores dele, mas assuma a responsabilidade em vez de culpar quem não tem nada a ver com isso.

Muito mais sentido teve a postura do pessoal do Adium, que viu que a App Store não combina com GPL e resolveu nem entrar — mas tem gente que não perde chance de começar um bafafá e sair apontando dedos como se fossem defensores dos frascos e comprimidos. Tome nota: você vai ficar sem VLC no iPad, iPhone e iPod touch por causa de intransigência, sim, mas não da Apple.

Em tempo: por que a Apple simplesmente não implementa espaço para licenças GPL na App Store? Porque ela não quer! Agora imponha unilateralmente isso a uma empresa privada e defenda um discurso de liberdade na mesma frase, pra ver como é bom ser incoerente…

[via iLounge]

Posts recomendados
Comentários

O Modo Escuro foi ativado ou desativado.
Atualize esta página para ver os comentários.


Carregar mais posts recentes