Estudo confirma opinião da Apple sobre a polêmica “Antennagate”

O “Antennagate” deixou de ser papo em destaque na mídia dias depois de a Apple falar oficialmente sobre o assunto, em função do lançamento do iPhone 4. Entretanto, até hoje pesquisas na área vêm tentando confirmar o que a empresa afirmou na época, já que o smartphone foi o responsável por levantar tanta discussão sobre o assunto com reclamações de milhares de usuários.

Consumer Reports testa iPhone 4 CDMA da Verizon

A Universidade de Bristol revisou uma análise feita em 2005 e confirmou que o posicionamento do polegar sobre a antena de um telefone celular qualquer pode interferir severamente na recepção de sinal, fazendo com que ligações caiam ou que a qualidade das transmissões torne-se menos confiável durante o tempo do contato. Pelo visto, isso foi cientificamente comprovado com aparelhos diferentes e em condições variadas, não apenas na forma promovida pela Apple na época.

Mesmo assim, há de se considerar algumas práticas na construção de smartphones e celulares que dificultem as interferências no sinal celular, principalmente em função da forma como são segurados. No caso do iPhone 4, isso ficou claramente exposto com as pequenas fendas ao redor da estrutura de aço inoxidável criada pela Apple, que atuam como parte da antena justamente onde os usuários apoiam as mãos.

[via Digital Daily]

Posts recomendados
Comentários

O Modo Escuro foi ativado ou desativado.
Atualize esta página para ver os comentários.


Carregar mais posts recentes