Mais dois ladrões são presos em Fortaleza graças ao Find My iPhone; conheça outro caso curioso ocorrido em Curitiba

E os casos continuam se multiplicando: de março pra cá, falamos de duas histórias com final feliz, uma no Rio de Janeiro (RJ) e a outra em São Paulo (SP). Agora, vamos para Fortaleza (CE): na noite de ontem, dois bandidos foram mais uma vez presos pela polícia graças ao “Find My iPhone”, recurso oferecido pela Apple no MobileMe.

Os criminosos são aparentemente especializados em roubo de carros — principalmente os que contêm eletrônicos, como celulares, tablets, notebooks, câmeras e afins. Desta vez, eles levaram um veículo que continha um MacBook Air e o que nos parece ser um iPad, cujo GPS pôde ser rastreado remotamente por meio de um iPhone.

Veja a reportagem da TV Verdes Mares:

Basta assistir até uns 2’28”. 😉

Recentemente, nossa leitora Patrícia M. também foi vítima de um roubo e, felizmente, conseguiu recuperar o seu iPhone menos de uma hora depois — também graças ao MobileMe. O caso ocorreu num movimentado shopping de Curitiba (PR).

Permitamos que ela mesmo conte a história:

Tive meu iPhone retirado da minha bolsa no banheiro feminino de um shopping famoso de Curitiba. Deixei a bolsa aberta por frações de segundo, enquanto secava minhas mãos, e aí, tchau, iPhone. Fui perceber depois de uns 15 minutos, quando resolvi checar o Twitter, e nada de achá-lo. Depois um certo pânico, resolvi ir até uma lan house no próprio shopping e consegui rastrear meu aparelho na rua, a umas cinco quadras de distância — e iPhone não tem pernas…

Busquei ajuda com a segurança do shopping, mas fui totalmente desprezada. Tinha quase certeza de que a criminosa era uma mulher, visto que meu iPhone sumiu enquanto eu estava dentro do banheiro.

Junto de uma amiga, então, decidimos ir até a delegacia mais próxima e, surpreendentemente, fomos muito bem tratadas: os policiais se dispuseram a ir atrás do meu celular. Pela velocidade em que o pontinho se movia no mapa, dava pra ter certeza de que a meliante estava dentro de um veículo, até o momento em que a velocidade diminuiu e ficou claro que a pessoa tinha descido de ônibus. Batata! Os policiais entraram na casa da mulher e conseguiram recuperar meu iPhone. Fiquei esse tempo todo falando com eles usando o celular da minha amiga — tudo muito digno de um episódio de CSI.

A criminosa foi levada para a delegacia e, ainda segundo a Patrícia, contou “um monte de mentiras”, se desmentindo toda hora. Ela afirmou até mesmo que havia percebido que estava sendo rastreada (como, Deus sabe) e que, se tivesse agido de ma fé, “teria jogado o aparelho pela janela”. Heh.

Um inquérito policial foi aberto contra a suspeita, em Curitiba. Tomara que dê em alguma coisa.

[dica do Roberto Félix]

Posts recomendados
Comentários

O Modo Escuro foi ativado ou desativado.
Atualize esta página para ver os comentários.


Carregar mais posts recentes