Para JP Morgan, rivais da Apple reduziram planos para tablets após “caírem na real”

Mark Moskowitz, da JP Morgan, fez uma constatação curiosa ao lançar hoje suas estimativas de construção de tablets para junho: somadas, as grandes empresas que estão no segmento reduziram seus pedidos em uma média de 10%. Uma das poucas a não realizar mudanças neste bolo foi a Apple, que continua produzindo em iPads em capacidade máxima — sem conseguir suprir a demanda, é bom lembrar.

JP Morgan sobre Tablets

Na pesquisa, a Apple responde por 52% das tablets em produção no mês de junho. Porém, a maior parte dos seus concorrentes falhou em conquistar usuários e, como consequência, estão reduzindo seus planos iniciais aos poucos. Moskowitz, sem perder a oportunidade, chamou a tendência de “dose inicial de realidade”.

Se anteriormente já era difícil encontrar um concorrente à altura do iPad de primeira geração, as coisas ficaram ainda piores para as rivais da Apple com o iPad 2, segundo o analista. Ele até reconhece que realizar essas afirmações pode ser problemático para as fabricantes e a própria JP Morgan, mas não nega sua estimativa de que a produção geral de tablets cairá 14% até o final de 2011.

[via AppleInsider]

Posts recomendados
Comentários

O Modo Escuro foi ativado ou desativado.
Atualize esta página para ver os comentários.


Carregar mais posts recentes