Mac Society: “Um vírus superbacana”

Nos últimos dias fomos leitores atentos de uma enxurrada de matérias, tweets e posts sobre o malware Mac Defender — o “Vírus dos Macs”.

Olha, que bacana: além de o “vírus” ser tão bem feito que dá até vontade de abri-lo para admirarmos o seu visual Apple-like, ele ainda pede gentilmente que você autorize sua instalação! Quanta evolução, hein? E você acostumado com aqueles vírus que só se descobrem quando sua máquina já está com Alzheimer terminal, quando ninguém responde seus emails porque caem direto na pasta de spam ou quando você percebe que os seus amigos o bloquearam no MSN.

Seu vírus é palha. Vírus por vírus, fique com o nosso!

Ele é tão bacana que até merece ser instalado, para podermos contar aos amigos a supernovidade! Conheço nerds (eu incluso) que disseram que não tinham tanto assunto desde quando o CERN ligou o Large Hadron Collider!

Ah pessoal, sejam bondosos: é importante para os seus amigos poderem te zoar um pouco: “Eu sabia que era questão de tempo até que um vírus destruísse o universo perfeito da Apple!” Huhuhu, hahaha! [Risada sinistra.]

O melhor dessa história é que esse malware se disfarça de antivírus. A Apple deveria falar: “Caro usuário, não autorize nada relacionado com vírus. Pode confiar.” Outra ironia é que somente alguém recém-chegado à plataforma cai no erro de autorizar uma instalação que não pediu. É como um último adeus vindo da dimensão dos PCs. Hilário, né?

E podemos colaborar pensando em novos avisos para os desavisados:

Ah tá de brincadeira! Deseja instalar um antivírus? Você é novo aqui, né?

ou

Antivírus? Para prosseguir, arrume um PC.

Repare que a Apple silenciosamente acabou de sapatear em cima dos concorrentes (de novo), mostrando que o simples fato de existir uma categoria de softwares chamados “antivírus” já é uma piada. Como assim, você tem um sistema operacional que exige que você instale outras coisas para que ele possa simplesmente funcionar de forma segura? Aquilo que “teoricamente” deveria dar cérebro a um monte de migalhas de silício.

Ok, ainda não achou um absurdo? Vamos mudar o exemplo para carros: você compra um carro e, antes mesmo de ligar o motor, o vendedor faz o alerta: “Se você não instalar um antivírus, quando sua namorada entrar no carro ele vai explodir e você vai perder tudo (o carro, seu dinheiro e a namorada). É questão de tempo.” Além disso, a instalação fará o carro de 120cv andar como se fosse um 0.5 de 57cv (o equivalente a um skate), e o consumo de 12km/L para 5km/L (o equivalente ao Zeca Pagodinho), por aí vai.

E não pense em alarmes e seguros: estamos falando de algo fundamental, que pode estragar pelo simples uso de suas funções triviais, como (voltando ao exemplo original) ler emails ou visitar um site, o equivalente a dirigir calmamente pela cidade. Entendeu agora porque chamavam de Core 2 Duo? Não é pleonasmo: são dois pra você, dois pro antivírus.

Proponho que você faça um pequeno exercício que possa calcular o prejuízo. Procure se lembrar quantas horas ou dias por ano você perdeu tendo que reformatar seu HDD, reinstalar e reconfigurar tudo… atribua 1 ponto para cada minuto perdido. Também é preciso lembrar do “terrorismo do medo”. Navegar sem poder clicar em nada, não poder abrir um anexo do email enviado pela sua própria mãe ou experimentar um novo programa sem fazer, no mínimo, uma investigação. Neste caso, atribua 10 pontos para cada item. Acrescente 10 mil pontos se nesse processo você perdeu documentos, planilhas, emails, fotos de infância ou qualquer conteúdo valioso pra você, sua história.

Baratas e insetos (vírus) em volta de logo da Apple

Uma imagem diz mais do que mil palavras.

Agora falando de marketing: quer estampar incompetência absoluta na imagem de uma empresa? É só seguir o lema: “A culpa é minha e eu ponho em quem eu quiser.” Ligue na HP, Dell, Positivo (tanto faz) e reclame que seu computador não liga mais por causa de um vírus. Eles dirão: isso é problema do antivírus. Ligue na empresa de antivírus e diga a mesma coisa: o problema é do Windows. Ligue na Microsoft: o problema é da fabricante… Você certamente já se sentiu enganado, desrespeitado, roubado, então vai concordar que quem passa por essa experiência nunca mais comprará desta marca se tiver qualquer outra opção viável.

Não que a Apple assuma as falhas de todos os produtos que chegam com algum defeito às mãos de seus clientes, mas está incontestavelmente acima da média. E, vamos ser sensatos, não é nada além da obrigação da empresa. E a Apple tem feito bastante sob uma política que já se tornou rotina, de forma definitiva e eficaz.

Para os tipos que torcem por um mal feito, tente imaginar a complexidade logística de produzir milhões de dispositivos por mês montados por chineses suicidas insatisfeitos com milhares de componentes partindo de centenas de fornecedoras e dezenas de montadoras do outro lado do planeta, por dezenas de milhares de lojas, considerando somente sua rede oficial. Juro que acho absolutamente incrível que só um ou outro iPhone exploda.

A Apple respondeu à “ameaça” atualizando a camada de segurança do sistema operacional. Oito horas depois surgiu uma variante simplória do tal bichinho, mais 12 horas e a Apple contra-ataca sem sequer precisar alertar o usuário. E com um upgrade de 2,36MB, a Maçã faz desaparecer sob nossos olhos talvez a maior preocupação que um usuário de PC tem em relação ao seus computadores. Não é mágica, é competência.

Harry Potter em Apple Retail Store

Expelliarmus! Expecto Patronum!

Para a Apple, vai o meu recado: a gente está aqui se divertindo com a ideia de ter um dos primeiros aplicativos maliciosos trazendo um pouco de emoção, aquele frio na barriga de medo de dar um probleminha qualquer. É como ganhar ingressos para a montanha-russa! Aí surge a Maçã e estraga nossa diversão. Você já tem até sua resposta após a risada sinistra do início da coluna: “Meu sistema operacional já se auto-protegeu e fará isso sozinho a cada 24 horas.” [Sorriso ainda mais sinistro.] Você é que foi mau, agora.

O tédio da segurança volta a reinar em nossos corações e não foi preciso sequer reiniciar o Mac! E segue a Apple, terminando a semana na luta contra os vilões e malfeitores com mais uma lição tão simples, tão humana: cuide bem do seu amor, seja quem for.

Posts recomendados
Comentários

O Modo Escuro foi ativado ou desativado.
Atualize esta página para ver os comentários.


Carregar mais posts recentes