Quem vive nos EUA pode não se tocar, mas um iPhone desbloqueado importa — de certa forma, literalmente

Como diria o hilário Ben “Yahtzee” Croshaw, quem vive nos Estados Unidos muitas vezes tem a ilusão de que seu país é uma ilha flutuando sobre um oceano infinito de imigrantes mexicanos. Por conta disso, muitas pessoas não se dão conta da importância da opção de comprar um iPhone desbloqueado de fábrica. Na verdade, quase ninguém deu a mínima para esse lançamento por um simples motivo: ele não é direcionado para quem vive nos EUA.

iPhone 4 Unlocked

Na verdade, um estadunidense que não vive viajando para diversos países ao redor do mundo não ganha quase nada ao comprar um iPhone desbloqueado: a única operadora GSM compatível com o aparelho no país é a AT&T — sempre é possível usar a conexão EDGE da T-Mobile, claaaro. Por que então trocar uma compra de US$200–300 por uma de US$650-750? Só para ter o prazer de (cortar e) colocar um chip-SIM no gadget durante sua semana de férias?

Horace Dediu, do asymco, analisou o fato de que a importância de um iPhone desbloqueado está bem (BEM) longe dos interesses de quem mora nos EUA, mas está diretamente alinhado com os interesses da Apple. Sim, há diversos países nos quais já era possível adquirir um smartphone da Apple livre de contratos com operadoras, mas a não ser que você fosse comprar in loco (ou tivesse alguém que pudesse fazer isso), era praticamente impossível pôr as mãos em um.

Isso sem falar que o único país em que era possível fazer essa aquisição sem pagar um extra medonho pelo aparelho era Hong Kong — e a passagem/viagem de avião para a Ásia é muito pior do que qualquer outra coisa.

Como resultado, o iPhone desbloqueado à venda nos EUA vai fazer um sucesso tremendo em todo o mundo — menos nos EUA. Imagino inclusive que o Brasil estará entre os países que mais importarão iPhones desbloqueados, até porque um celular comprado para uso pessoal é livre de taxação, mas talvez essa importação vantajosa dure pouco, dada a promessa de começarmos a ver iPhones Made in Brazil logo, logo.

Só é preciso ter em mente duas coisas: 1. a quantidade de cambistas nas filas deverá decuplicar, e 2. iPhones vendidos bloqueados vão continuar assim até o fim dos tempos — aquele seu aparelho desbloqueado à base de jailbreak não vai ficar livre da AT&T tão cedo.

Posts recomendados
Comentários

O Modo Escuro foi ativado ou desativado.
Atualize esta página para ver os comentários.


Carregar mais posts recentes