Canalys vê futuro em app stores, tanto que sugere que operadoras abram as suas… ugh! :-(

Houve um tempo em que as operadoras de telefonia celular vendiam “apps”. Era uma coisa horrenda, uma época que eu quero esquecer. Mas a Canalys acha que não só a era das trevas pode voltar, como será uma coisa boa, pois as lojas de apps hoje em dia têm opções demais e as telecoms têm acesso a mais informações dos clientes. Pelo menos, ela aponta que operadoras não devem substituir lojas nativas como o Android Market, mas sim coexistir com elas.

Felizmente, a Apple nunca vai permitir uma heresia dessas: operadoras têm que prover serviço de qualidade, e não vender apps, ringtones e coisas do gênero. Não sei por que elas se metem a empurrar lixo e crapware nos celulares… Minto, eu sei: é para conseguir ganhar mais ainda do que já lucram cobrando tarifas absurdas por péssimos planos de voz, dados e SMSs. :-/

Apps saindo de um iPhone

Enfim, mas essa foi apenas a parte mais bizarra do último relatório da Canalys, que também traz uma estimativa de que as receitas de lojas de apps deverão praticamente dobrar em 2012, chegando a US$14,1 bilhões, podendo alcançar US$40 bilhões em 2015 — e isso só de vendas diretas. Enquanto isso, a IDC espera que os downloads cheguem a 183 bihões e que as vendas de smartphones chegarão a 1 bilhão de unidades na mesma época.

Permita Deus que as operadoras não queiram dar uma de “descoladas” e querer lucrar em cima desse mercado com lojinhas de apps: ao fazer negócios com uma telecom, até agora nunca vi ninguém sair ganhando — nem fabricantes de hardware, nem desenvolvedores de apps, muito menos consumidores.

[via AppleInsider]

Posts recomendados
Comentários

O Modo Escuro foi ativado ou desativado.
Atualize esta página para ver os comentários.


Carregar mais posts recentes