Apple fatura em média US$150/ano com usuários de iGadgets; ganhos com donos de Macs sobem para US$250/ano

Mac, iPhone e iPadHorace Dediu andou exercitando seu músculo matemágico e chegou a alguns números curiosos sobre o valor de cada usuário para a Apple. E não estou falando de algo subjetivo, emocional, mas de números frios e perfeitamente quantificáveis.

Calculando as receitas globais das vendas de Macs (US$73,8 bilhões, desde 2006) e considerando uma vida média de 5 anos e meio para a substituição de uma máquina, cada um dos 54 milhões de usuários dos computadores da Maçã rendem cerca de US$250/ano. Repetindo esse mesmo exercício com o iOS, considerando uma vida média mais curta, de 3 anos e meio, e uma base de usuários de 180 milhões de pessoas, chega-se ao valor de US$150/ano.

Ok, hora de extrapolar: supondo que a Apple consiga dobrar o número de usuários de Macs, quando formos cerca de 100 milhões de pessoas, estaremos rendendo US$25 bilhões/ano em renda recorrente (ou seja, garantida, todo ano). Se isso parece muito, imagine que haja 500 milhões de usuários de iGadgets em breve: são US$74 bilhões/ano!

Sem contar iPods, App Store, iTunes Store, periféricos e aplicativos, a Apple poderia gerar US$95 bilhões todo ano (hoje, esse valor está em cerca de US$40 bilhões). E olha que essas contas são até bem pessimistas, dado que o tempo entre trocas de Macs e iGadgets está mais para 3 e 2 anos, respectivamente. 😛

Posts recomendados
Comentários

O Modo Escuro foi ativado ou desativado.
Atualize esta página para ver os comentários.


Carregar mais posts recentes