Arrependei-vos, pois o fim está próximo: hoje pode ser o dia do Kindlecalipse no iOS [atualizado]

Hoje é 30 de junho de 2011, e você sabe o que acontece em 30 de junho de 2011? Segundo as novas regras da App Store, este é o último dia de tolerância para qualquer aplicativo do iOS poder direcionar usuários a lojas fora do ecossistema da Apple, como bem lembrou o CNN Money.

Inicialmente, a nova regra previa que todo e qualquer material a ser consumido num app deveria ser, no mínimo, oferecido também como In App Purchase, algo que inviabilizaria completamente a existência de aplicativos como o Kindle, da Amazon.com, ou outros serviços de sucesso, como Rhapsody, Hulu, Netflix, etc., por causa dos 30% da arrecadação que deveriam ficar com a Apple.

Depois de dias de muita tensão e até de gente pedindo pra sair, a Maçã resolveu voltar atrás e afrouxou um pouco essa regra: a única proibição passou a ser quanto à existência de links que mandassem usuários para lojas de terceiros.

O fim do link para a Kindle Store

Mesmo assim, isso vai ser um problema para a loja de ebooks mais popular do iOS: a Kindle Store.

Acontece que, mesmo com esta folga, o app do Kindle para iPads, iPhones e iPods touch continua contendo um link para a Amazon.com — afinal de contas, é de se esperar que haja um atalho para comprar mais livros dentro do app de leitura, tanto que essa é a premissa por trás do iBooks. Ainda não há sinal de uma atualização para o Kindle a caminho e é possível que, na virada de hoje para amanhã, ele seja removido da App Store.

Quem já o tiver instalado em seus iGadgets certamente não o verá sumir repentinamente — e é capaz até mesmo de ser possível baixá-lo novamente graças ao iCloud. O problema é que a Amazon não poderá publicar atualizações para consertar bugs ou adicionar recursos, além de, é claro, se tornar impossível para ela conquistar novos clientes.

Fica agora a dúvida: o que vai acontecer? Quem vai ceder? Alguém vai ceder? Será que a Amazon tem, guardado na manga, um web app superpoderoso para revelar amanhã, com todas as (ou pelo menos boa parte das) funções do Kindle nativo, com direito a armazenamento offline e tudo? Seria esta a chance para o Android se promover mais uma vez como uma plataforma aberta?

Será que amanhã é o dia para a tablet da Amazon chegar às lojas? #TENSO

[via MacRumors]

Atualização (1/7 às 15h50)

Assim como o Arrebatamento de 21 de maio, o Kindlecalipse pelo visto vai esperar mais um pouco para acontecer. Segundo fontes da Macworld, o prazo para a aplicação da nova regra pela Apple não é tão rígido quanto se esperava. Como resultado, tanto o Kindle quanto muitos outros apps “infratores” continuam disponíveis, devendo receber atualizações em breve.

Mas ouça uma coisa curiosa: a Netflix encontrou uma saída interessante para essa proibição. Em vez de fazer como o Hulu Plus e remover totalmente qualquer menção ao site de cadastro para novos assinantes, simplesmente removeram o link, mas “Visit netflix.com to sign up” continua na tela inicial do app. Espertos, não? 😉

Posts recomendados
Comentários

O Modo Escuro foi ativado ou desativado.
Atualize esta página para ver os comentários.


Carregar mais posts recentes