Um comparativo da Mac App Store antes e depois do lançamento do OS X Lion

Ícone do Lion - Mac App StoreA Mac App Store não só pode, como deve melhorar em muitos aspectos. Porém, mesmo tendo mudado pouco desde sua introdução — a Apple faz um remendo aqui, outro ali, mas no geral continua praticamente igual —, ela pode sim ser considerada um sucesso, principalmente depois da chegada do OS X Lion, que em apenas um dia ultrapassou a incrível marca de mais de 1 milhão de downloads — o que não deixa de ser uma baita divulgação da loja da Maçã.

O SplatF fez uma comparação bem interessante da Mac App Store antes e depois do lançamento do Lion — e os dados dessa pesquisa são, no mínimo, interessantes. O catálogo da loja cresceu 20% nesse meio tempo (atingindo a marca de 7.000 apps), com os aplicativos da Maçã ganhando menos destaque entre os 10 mais comprados. Além disso — essa é uma das partes mais interessantes — usuários parecem estar mais dispostos a pagar mais por um aplicativo, já que na lista dos 50 apps mais rentáveis o preço médio deles teve um aumento de 40%(!) — o que é uma ótima notícia para desenvolvedores.

Um dos pontos fracos da loja continua sendo a ausência de grandes empresas como Adobe, Microsoft, etc. — ainda que a Adobe marque presença com o Photoshop Elements, que inclusive figura entre os mais rentáveis ocupando a oitava posição (loja norte-americana). Mesmo com esse desempenho, por enquanto, ela não deu sinais de que pretende disponibilizar seu amplo catálogo de softwares através da loja da Maçã. A mesma coisa podemos dizer da gigante de Redmond — que possui apenas o Windows Phone 7 Connector e ainda está considerando se leva o Office para a loja da Maçã.

Mac OS X Lion - App Store

Mesmo tendo a presença de outros nomes, como por exemplo Autodesk — que está bastante feliz com seu desempenho na loja — e de grandes empresas de games como Rockstar e seus títulos GTA [1, 2, 3], além da Aspyr Media com seus diversos títulos, incluindo Call of Duty 4, não podemos negar é que a presença de softwares de peso como o Office e as Creative Suites seriam quase que uma chancela de sucesso para a Mac App Store.

Contudo, independentemente da entradas das gigantes na loja, ela parece estar caminhando com as suas próprias pernas — e com a ajuda dos pequenos e médios desenvolvedores/empresas e suas histórias de sucesso como a do Pixelmator. E com cada vez mais pessoas migrando para o OS X Lion (número 1 dos rankings da loja, no momento), podemos imaginar que a relação entre usuários e ela aumentará ainda mais.

Veja alguns números dessa comparação:

MAS (após a chegada do OS X Lion)MAS (antes da chegada do OS X Lion)
Quant. de apps6.976 (+19%)5.853
Top apps pagosOS X Lion, Pages, Modern Combat, FaceTime, Keynote, Numbers, NOVA 2, iPhoto, iSplash, Angry Birds — 6 de 10 são da AppleFaceTime, Pages, iSplash, Keynote, Numbers, iPhoto, Angry Birds, DeathSpank, iMovie, Xcode — 7 de 10 são da Apple
Top free appsScreen Snake, GeekTool, Marble World Desktop, Wallpapers HD Lite, Evernote, Facebox Pro, Rail Maze, Twitter, Xcode, and The Unarchiver — boa variedade de apps e 5 iguais da lista anteriorSmart Convertor, Full Deck Solitaire, Wallpapers HD Lite, Facebox Pro, VirtualDJ Home, Evernote, Twitter, Cloud, The Unarchiver, Jigsaws Galore
Top apps rentáveisOS X Lion, Pages, Final Cut Pro, Keynote, Numbers, Aperture, Adobe Photoshop Elements, iPhoto, AutoCAD LT, 1Password — 7 de 10 são da AppleFinal Cut Pro, Pages, Keynote, Aperture, Numbers, iPhoto, Motion, iMovie, Compressor, The Hit List — 9 de 10 são da Apple
Preço médio dos top 50 apps pagosUS$21,39 (aumento de 5%)US$20,39
Preço médio dos top 50 apps mais rentáveisUS$65,15 (aumento de 43%)US$45,59
Apps Microsoft1 (Phone Windows 7 Connector)1 (Phone Windows 7 Connector)
Apps Adobe1 (Photoshop Elements)1 (Photoshop Elements)

Posts recomendados
Comentários

O Modo Escuro foi ativado ou desativado.
Atualize esta página para ver os comentários.


Carregar mais posts recentes