Um minuto de silêncio pela morte do Zune; três vivas e vida longa ao Zune! [atualizado 2x]

Certos produtos transcendem sua existência terrena, indo muito além do que nossas mãos podem tocar. Pelo visto, esse é o caso do Zune, o music player marrom da Microsoft: criado para concorrer com o iPod, ele perdeu epicamente virou um exemplo de como uma empresa pode se voltar contra suas parceiras (PlaysForSure, nunca esqueceremos), tanto que até hoje todo mundo se pergunta se o Google vai usar a Motorola para zunar fabricantes de tablets com Android, e hoje se despede do peso dos átomos para se tornar bits, nada mais.

É o fim do Zune como gadget, mas apenas o começo como serviço.

Microsoft Zune HD

Diante disto, permita-me compor uns versos com base um poema de Mary Elizabeth Frye:

Não venha ao meu túmulo para chorar
Não estou morto
Não estou lá

Sou o serviço de assinaturas no seu PC
Sou as dez músicas que ficam no fim do mês

Sou uma das funções no seu videogame
Sirvo para tocar músicas, para te entreter

Quando com seu smartphone quiseres dançar
Serei eu que darei a ele a voz pra cantar

Não sou mais objeto, tangível, palpável
Mas continuo sendo o mesmo Zune amável

Não venha ao meu túmulo para chorar
Não estou morto
Não estou lá

Valeu a tentativa, Microsoft, mas o iPod classic durou mais. E, em uma nota final… #SCHADENFREUDE

[via @asymco]

Atualização

Heheh, os relatos da morte do Zune foram tremendamente exagerados: a página oficial do gadget/serviço acaba de ser atualizada e volta a trazer o Zune HD como antes (a remoção dele teria sido um erro — ou um agouro, o que vier primeiro). Resta saber por quanto tempo ainda o Zune existirá como gadget, mas uma coisa é certa: como na casa dos Gates não entram iPods, os filhos do fundador da Microsoft ainda vão precisar de algum aparelho no qual pôr suas músicas. 😛

Atualização II

Ok, pelo visto meu requiem para o Zune não foi em vão: o WMPowerUser encontrou, em uma página de suporte no site oficial do media player da Microsoft, a sentença de morte da criaturinha marrom.

Veja o trecho abaixo (grifo nosso):

We recently announced that, going forward, Windows Phone will be the focus of our mobile music and video strategy, and that we will no longer be producing Zune players.

Donos de Zunes, agora vocês podem se orgulhar por ter um pedacinho da História — a não ser que esse tenha sido mais um engano do pessoal de Redmond, né? Eu me pergunto se os Gates agora vão usar exclusivamente smartphones como tocadores de música. 😛

[via This is my next…]

Posts recomendados
Comentários

O Modo Escuro foi ativado ou desativado.
Atualize esta página para ver os comentários.


Carregar mais posts recentes