Apple melhorou a estrutura da antena do iPhone 4S, o qual de fato se tornou um aparelho “global”

Pouco depois do lançamento do iPhone 4, surgiu o famoso “Antennagate”. De acordo com o Spencer Webb, dono da AntennaSys, o “problema” acontecia pois a única antena de celular encontrava-se na parte inferior do aparelho, causando problemas quando em contato com a mão do usuário — já que a antena superior era exclusiva do GPS e do Wi-Fi.


Antena do iPhone 4

Quando a Apple anunciou o iPhone 4 CDMA, Webb acredita que a empresa refez a estrutura do smartphone, movendo o GPS e Wi-Fi para a parte traseira do aparelho, adicionando mais uma antena de celular na parte superior. Dessa forma, o iPhone 4 CDMA trabalharia com duas antenas: se uma falhasse a outra estaria lá para dar conta do recado, já que elas poderiam se alternar dependendo da condição do sinal — interessante notar que, mesmo assim, a Consumer Reports não recomendou o smartphone CDMA da Maçã.

Contudo, apesar de receber o sinal pela antena superior e inferior, só era possível transmitir pela de baixo. Mas parece que isso foi modificado no iPhone 4S: segundo a Apple, ambas as antenas recebem e enviam dados (GSM e CDMA), usando isso para solucionar de vez o problema. Ele parece ser o primeiro telefone a ter essa característica, o que é um grande diferencial, já que a antena continua em torno do smartphone.

Conforme noticiamos mais cedo, também, agora há apenas um modelo de iPhone 4S para todas as telecoms: ele é híbrido GSM+CDMA, confirmando uma série de rumores recentes. Só quem usará o slot para chips Micro-SIM, evidentemente, serão os clientes de operadoras GSM.

[via MacRumors]

Posts recomendados
Comentários

O Modo Escuro foi ativado ou desativado.
Atualize esta página para ver os comentários.


Carregar mais posts recentes