Wall Street Journal descarta a possibilidade de o novo iPhone ser compatível com redes 4G

Ontem, um rumor impressionante pegou todo mundo de surpresa quando o Wall Street Journal afirmou que a Sprint teria feito um acordo bilionário com a Apple para vender mais de 30 milhões de iPhones ao longo de quatro anos. Até aí, business as usual, mas o BGR temperou esse molho com uma dose cavalar de rumorita: os caras afirmaram que a Sprint receberia, graças a esse acordo, um iPhone 5 exclusivo, compatível com sua rede WiMAX.

Bem, o WSJ dá e o WSJ tira: hoje ele já jogou um balde de água fria sobre a cabeça do BGR, afirmando que o novo iPhone não será compatível com redes WiMAX, consideradas de quarta geração. O que ele afirmou, em contrapartida, foi que o aparelho continuará restrito a redes 3G, mas uma coisa ficou no ar: a compatibilidade com redes HSPA+, que têm “velocidade comparável a 4G”.

iPhone 5 com HSPA+?

Como não negaram a possibilidade de o novo iPhone funcionar em redes HSPA+ e o artigo do WSJ nega apenas que o próximo smartphone da Apple não vai funcionar “nas redes mais rápidas”, creio que isso serve como uma ratificação do rumor que a China Unicom começou há algumas semanas.

Posts recomendados
Comentários

O Modo Escuro foi ativado ou desativado.
Atualize esta página para ver os comentários.


Carregar mais posts recentes