Justiça nega pedido da Apple para adiar processos da Motorola

Justiça e AppleEm meados de setembro, a Apple tentou fazer um pouco de ginástica artística judiciária e emperrar os processos da Motorola alegando que a aquisição desta pelo Google teria efeitos deletérios à lide. Pelo visto, o argumento não colou: segundo o FOSS Patents, nas duas instâncias em que a Maçã interpôs esse pedido, ele foi negado.

Um dos juízes nem se deu ao trabalho de justificar a negativa, pelo menos por enquanto — será que o livre convencimento motivado é aplicado nos Estados Unidos? O outro magistrado apresentou como razão para o indeferimento do pedido da Apple o fato de que a aquisição da Motorola por outra empresa não lhe tirou o direito de levar uma infração de patentes a juízo. O juiz disse que não é necessário o Google participar diretamente do processo para que este tenha prosseguimento.

Essa briga ainda vai longe, e o melhor (ou pior) de tudo é que ela não tem nem perigo de acabar em acordo: uma das condições do Google para pagar US$12,5 bilhões pela Motorola foi que esta não poderia sair deste processo pela via consensual.

Heh, enquanto a gigante de buscas fica tentando posar de vítima, na verdade ela está é trollando ativamente os processo contra a Maçã — vide o caso das patentes “vendidas” à HTC. 😛

[via Electronista]

Posts recomendados
Comentários

O Modo Escuro foi ativado ou desativado.
Atualize esta página para ver os comentários.


Carregar mais posts recentes