A Siri pode ser uma assistente inteligente e bem-humorada, mas até ela tem seus limites [atualizado]

Enquanto pessoas no mundo inteiro estão pondo as mãos no iPhone 4S, você pode estar morrendo de vontade de saber mais sobre um dos recursos novos do gadget: a humilde assistente virtual, Siri. Não tema! A Apple publicou uma página de perguntas frequentes sobre o que a inteligência artificial do iPhone 4S pode ou não fazer. Só tem uma notícia ruim: fora dos Estados Unidos ela não pode fazer um monte de coisas.

Siri

Por exemplo, a Siri só consegue encontrar lugares (como restaurantes, cabeleireiros ou centros de reabilitação para usuários de drogas) e checar as condições de tráfego nos EUA e falando no inglês nativo do lugar. Por falar nisso, ela pode não conseguir reconhecer você pela voz, mas aprende seu jeito de falar, seu sotaque, e fica mais eficiente com o tempo. Outra coisa que muda com o idioma é que o leque de respostas e até os easter eggs hilários da assistente ficam muito limitados ao falar em outras línguas.

Agora, uma coisa legal: mesmo que você não preencha todas as relações disponíveis na Agenda do seu iGadget, a Siri pode muito bem perguntar. “Ligue pra minha mulher”, você diz, aí ela pergunta “Quem é sua mulher?”, e depois disso ela aprende. Você também pode pedir para a Siri te chamar de um nome diferente — eu poderia dizer, por exemplo, “Não me chame de ‘Helton’, me chame de ‘Hal'” e tornar a relação com a assistente menos formal, sem risco de um processo de assédio sexual… por enquanto — vai saber quando as leis humanas vão começar a proteger inteligências artificiais. 😛

Além disso, vale lembrar que o suporte a idiomas ainda é bem limitado: você só pode falar com seu iPhone 4S em inglês (com variantes para EUA, Reino Unido e Austrália), francês ou alemão. No ano que vem serão adicionados japonês, chinês, coreano (ai, Samsung!), italiano e espanhol, entre outros idiomas, então fica a torcida para que o português brasileiro seja uma dessas línguas — e que a voz da Siri seja a mesma da Raquel, a brasileira que fala no OS X Lion.

[via MacStories]

Atualização

Tudo bem, a Siri pode se acostumar com seu jeito de falar, mas e quando as coisas emperram em alguma palavra tensa? Algo como 55 em alemão (fünfundfünfzig). O AppAdvice bem lembrou que é perfeitamente possível tocar em algum dos balões de interpretação da Siri e corrigir manualmente qualquer coisa que ela tenha entendido errado — ou, se for o caso, mudar o foco da sua busca inicial.

Isso também é válido para horas em que falar com a Siri está fora de questão: você pode se comunicar perfeitamente com ela via texto — uma mão na roda, se sua pronúncia em algum dos idiomas suportados for pior que sua escrita.

[via MacRumors]

Posts recomendados
Comentários

O Modo Escuro foi ativado ou desativado.
Atualize esta página para ver os comentários.


Carregar mais posts recentes