John Gruber: saem os canais de TV, entram os apps — mas ficam os problemas de sempre

Em meio à gritaria ensurdecedora sobre uma TV da Apple sendo preparada nos laboratórios de Cupertino, John Gruber, do Daring Fireball, trouxe hoje uma visão que é, pelo menos, plausível: na TV da Apple, os canais são os apps. Kudos para os muitos comentários por aqui que já aventaram essa possibilidade, mas vou ter que usar aqui meu chavão de quatro palavrinhas quando o assunto é “televisão da Apple”.

Siri e TV da Apple

Eu não engulo isso.

Primeiro, porque o produto ainda não faz sentido do ponto de vista logístico: uma TV é grande demais (BEM maior que um iMac), pesada demais (BEM mais que um iMac) e tem um ciclo de renovação lento demais para ser um produto ao qual a Apple possa se dedicar em vez de, digamos, aumentar a produção de iPhones e iPads. Segundo, porque essa história de “canais como apps” é só diversão e alegria no iPad, mas acaba em corações partidos quando passa pra uma tela Full HD 1080p.

Imagine um app da HBO no iPad. Cheia de não-me-toques, a HBO tem que satisfazer os clientes dela, as operadoras de TV a cabo e os produtores de conteúdo, tudo ao mesmo tempo. Imagine poder ver a programação do canal HBO em tempo real no iPad, via streaming — isso demanda banda, provavelmente a internet da sua casa. Agora extrapole isso pra uma tela 1080p. A sua rede doméstica ainda dá conta do streaming? Dá? Ótimo! E seu provedor de internet dá conta de você passar três horas por dia em média na frente da TV da Apple, vendo um canal desses por streaming? E você dá conta de pagar por TV a cabo para ter acesso ao canal da HBO e, assim, a HBO autorizar seu acesso ao app da HBO? (Sim, são duas coisas completamente diferentes.)

Você paga pela internet, pela TV a cabo e pela TV da Apple para ter acesso a uma coisa que poderia ter na TV que você já tem pagando apenas o cabo que você já paga. E o que vem em troca, por pagar tanta coisa em dobro? Uma experiência muito melhorada! Leia-se, a HBO vai encher seus olhos e ouvidos de comerciais — “Olha, eu quero comprar o vestido da mocinha! Olha, eu quero comprar esse carro que apareceu no filme!” Essa é sua ideia de “conteúdo interativo expandido”? Melhor que seja, pois eu aposto como é o que se passa na cabeça dos executivos desses canais: você vai pagar caro para ver comerciais maiores, melhores e mais interativos.

Estou sendo propositalmente pessimista por um motivo simples: já vimos isso acontecer. As revistas melhoraram, com o surgimento do iPad? Eu diria que não. Elas pararam de usar papel, mas agora pesam gigabytes e mais gigabytes desnecessariamente e não trazem nada de OMG!, além de serem, em geral, bem salgadas e cheias de propaganda. O problema disso não é do iPad, não é da Apple, é dos dinossauros responsáveis pelo conteúdo. (E da Adobe, por fazer lobby com as ferramentas de editoração dela que transformam texto em imagem.)

Uma televisão Designed in Cupertino, portanto, não é a solução do problema com a experiência de ver TV: o problema está justamente na TV. Do jeito que está sendo apregoada, essa televisão da Apple vai trazer mais dores de cabeça do que soluções — poucas portas HDMI, escassez de canais/apps (canapps?) brasileiros, canapps internacionais sem legendas, a Apple querendo 30% de tudo o que os canapps venderem, os canapps querendo que a Apple pague a eles para estarem disponíveis, falta de integração com Xboxes e PlayStations (Wii, não, pois ninguém dá a mínima), falta de canapps pornográficos, falta de Blu-ray integrado (OMG! Bluuuu-ray!), falta de 3D… A lista de problemas em potencial é imensa, e isso num produto que vai custar o dobro ou o triplo de uma TV comum. Você está disposto a viver com isso?

Enfim, você pode achar que quer uma TV da Apple na sua sala, mas se você não for uma pessoa que vive exclusivamente do que há na iTunes/App Store, acho difícil que a satisfação desse desejo seja algo feliz. Você pode até querer um TV da Apple, mas a Apple não quer dar uma TV pra você — ela quer uma extensão das lojas dela.

Por essas e outras, eu não engulo essa história de iTV.

Posts recomendados
Comentários

O Modo Escuro foi ativado ou desativado.
Atualize esta página para ver os comentários.


Carregar mais posts recentes