Apple registra recorde de faturamento e lucro operacional no seu primeiro trimestre fiscal de 2014

Logo da AppleA Apple acaba de anunciar seus resultados financeiros referentes ao primeiro trimestre fiscal de 2014, cujo período foi finalizado em 28 de dezembro de 2013.

A companhia revelou um faturamento trimestral de US$57,6 bilhões com lucros líquidos de US$13,1 bilhões, ou US$14,50 por ação diluída. Os resultados comparam-se respectivamente a US$54,5 bilhões, US$13,1 bilhões e US$13,81, em relação ao mesmo período do ano passado.

A margem bruta no trimestre foi de 37,9%, contra 38,6% no primeiro trimestre fiscal de 2013. Vendas internacionais compreenderam 63% de toda a receita do período.

A Apple anunciou que vendeu 51 milhões de iPhones (um recorde trimestral), contra 47,8 milhões há um ano. Foram vendidos também 26 milhões de iPads, contra 22,9 milhões em 2013. Ela também entregou incríveis 4,8 milhões de Macs, contra 4,1 milhões há um ano.

O conselho da Maçã declarou um pagamento de dividendos de US$3,05 por ação comum da companhia em 13 de fevereiro de 2014, para todos os acionistas registrados até 10 de fevereiro de 2014.

Declaração do CEO (diretor executivo) Tim Cook:

Estamos muito contentes com as nossas vendas recordes de iPhones e iPads, a forte performance de nossos produtos Macs e o crescimento contínuo de iTunes, Software e Serviços. Nós amamos ter os clientes mais satisfeitos, leais e participativos, e estamos continuamente investindo profundamente no nosso futuro para tornar suas experiências com nossos produtos e serviços ainda melhores.

Citação do CFO (executivo-chefe de finanças) Peter Oppenheimer:

Nós geramos US$22,7 bilhões em fluxo de caixa de operações e devolvemos US$7,7 bilhões extras em dinheiro para acionistas através de dividendos e recompra de ações durante o trimestre de dezembro, levando os pagamentos cumulativos dentro do nosso programa de retorno de capital para mais de US$43 bilhões.

Para o segundo trimestre fiscal de 2014, a Apple espera uma receita entre US$42 e US$44 bilhões, margem bruta entre 37 e 38 por cento, gastos operacionais entre US$4,3 e US$4,4 bilhões, outros gastos de US$200 milhões e uma taxa de impostos de 26,2 por cento.

Dentro de instantes, uma conferência será iniciada em áudio — transmitida ao vivo, via QuickTime — para a Apple divulgar e comentar todos esses resultados financeiros. Como sempre, o MacMagazine acompanhará esse evento de perto e trará todos os seus principais destaques aqui para o site, num artigo especial a ser publicado mais tarde.

Atualização · 27/01/2014 às 19:55

O MacRumors publicou dois gráficos para quem prefere ter uma melhor visão desses números:

Gráfico dos resultados da Apple

·   ·   ·

Gráfico dos resultados da Apple

Posts recomendados

O Modo Escuro foi ativado ou desativado.
Atualize esta página para ver os comentários.


Carregar mais posts recentes