Susan L. Wagner, cofundadora e diretora da BlackRock, entra para o conselho de administração da Apple no lugar de Bill Campbell

A Apple informou hoje que Susan L. Wagner (cofundadora e diretora da BlackRock) acaba de entrar para o conselho de administração da empresa. Ela ocupará o lugar de Bill Campbell (presidente e ex-CEO da Intuit Corp.), que está se aposentando após 17 anos de participação no conselho da Maçã.

Susan L. Wagner

De acordo com o comunicado da Apple, Wagner cofundou a BlackRock em 1988 e ajudou a empresa a se tornar uma das maiores e mais bem sucedidas do mundo na gestão de ativos. Atualmente ela faz parte do conselho da BlackRock, da DSP BlackRock (Índia), bem como da Swiss Re, do Wellesley College e da Hackley School.

Wagner se formou no Wellesley College com um diploma em inglês e economia. Ela também fez um MBA em finanças pela Universidade de Chicago, foi reconhecida como uma das 50 mulheres mais poderosas em negócios da revista Fortune e homenageada pelo Conselho Nacional de Pesquisas sobre Mulheres (National Council for Research on Women). Na BlackRock, defendeu e continua apoiando a Rede de Iniciativa de Mulheres (Women’s Initiative Network), destinada a fomentar o potencial das mulheres dentro de empresas.

Eis a declaração de Tim Cook (CEO da Apple):

Sue é uma pioneira no mercado financeiro e nós estamos animados em dar as boas-vindas a ela no conselho de administração. Nós acreditamos que sua grande experiência, especialmente em M&A [mergers and acquisitions — em português, fusões e aquisições] e em construir um negócio global em mercados desenvolvidos e emergentes, será extremamente valiosa na medida que a Apple continua crescendo pelo mundo.

A de Arthur D. Levinson (presidente do conselho de administração da Apple):

Nós fizemos uma busca exaustiva por alguém que iria fortalecer ainda mais a amplitude de talento e experiência do nosso conselho, e estamos muito satisfeitos por ter identificado um indivíduo tão excepcional. Estou confiante de que Sue terá um importante e positivo impacto em nossa empresa.

Por fim, a de Susan L. Wagner:

Eu sempre admirei a Apple por seus produtos inovadores e equipes de liderança dinâmicas, e eu estou honrada em fazer parte do conselho. Tenho muito respeito por Tim, Arthur e os outros membros do conselho, e estou ansiosa para trabalhar com eles.

Com a chegada de Wagner, a Apple tem agora duas mulheres no seu conselho de administração — a outra é Andrea Jung (presidente e CEO da Grameen America). Além delas, Angela Ahrendts (ex-CEO da Burberry) foi contratada como vice-presidente sênior para lojas de varejo e online.

Já Bill Campbell tem uma história com a Apple que começou em 1983, quando ele entrou na empresa como vice-presidente de marketing. Ao lado de Steve Jobs e Mike Markkula, Campbell é o conselheiro mais antigo na história da Maçã.

Abaixo, uma declaração de Cook:

As contribuições de Bill na Apple são imensuráveis ​​e devemos a ele uma enorme dívida de gratidão. Em nome da diretoria e de toda a empresa, quero lhe agradecer por ser um líder, um mentor e um amigo. Quando Bill entrou no conselho da Apple, a empresa estava à beira do colapso. Ele não só ajudou a Apple a sobreviver como nos levou a um nível de sucesso que era simplesmente inimaginável em 1997.

Para terminar, a de Campbell:

Ao longo dos últimos 17 anos, tem sido emocionante assistir à história se desenrolar na medida que a Apple surge como a empresa de tecnologia pioneira no mundo. Trabalhar com Steve e Tim foi uma alegria. A empresa hoje está na melhor forma que eu já vi e a liderança de Tim com sua forte equipe permitirá que a Apple continue sendo grande no futuro.

Como a própria Apple diz, inclusão inspira inovação.

Posts recomendados
Comentários

O Modo Escuro foi ativado ou desativado.
Atualize esta página para ver os comentários.


Carregar mais posts recentes