Rumor: cerca de 1.800 pessoas estariam trabalhando no “Apple Car”, que poderá chegar ao mercado em 2019

Os rumores do “Apple Car” estão mesmo com tudo. Já falamos bastante sobre o assunto aqui no site, mas agora surgiram uma enxurrada de novas informações sobre ele.

De acordo com documentos obtidos pelo The Guardian, executivos da Apple teriam se encontrado recentemente com oficiais do DMV (Department of Motor Vehicles, ou Departamento de Veículos a Motores) da Califórnia.

O departamento informou apenas que a reunião com a Apple foi para que a empresa revisasse a regulamentação de veículos autônomos — mas convenhamos que esse “apenas” já diz muita coisa. Um dos possíveis motivos dessa reunião poderia ser para que a Apple consiga uma licença de testes para carros autônomos. Contudo, ao fazer isso todo o segredo do projeto (se é que ainda tem, já que muita coisa como essa reunião estão pipocando por aí) iria pelo ralo já que praticamente todas as informações do carro testado precisam ser devidamente detalhadas. Até por isso, um rumor envolvendo possíveis testes desse suposto carro da Apple em uma área privada fazem mais sentido.

Ainda de acordo com o jornal, a Apple já indicou um gerente de programa de engenharia para o projeto do carro (intitulado “Projeto Titan”). Normalmente, quando um gerente desses entra no projeto é porque tudo já está pronto para sair do laboratório. Assim, alguém tem que coordenar as equipes de hardware e software. Tudo isso estaria acontecendo em um centro de pesquisa e desenvolvimento (codinome SG05) localizado em Sunnyvale, no qual a Apple teria investido cerca de US$4,6 milhões para deixar do jeito que ela queria.

BMW i3

BMW i3: possível base de desenvolvimento do “Apple Car”

Já o AppleInsider informou que a Apple estaria mesmo enfrentando algumas barreiras para colocar em prática o plano de fabricação do carro e que poderá depender de uma parceira (como a BMW) para colocar tudo em prática. A ideia, de acordo com o site, é utilizar um espaço recém-adquirido em San Jose (a empresa pagou US$138 milhões por um terreno de 174 mil metros quadrados) para construir um centro de desenvolvimento e, quem sabe, até mesmo a área de montagem dos carros.

O mesmo AppleInsider afirmou também que as contratações da Apple para o projeto estão impactando bastante os planos da Tesla. O site fala que atualmente já são mais de 1.000 pessoas trabalhando no “Projeto Titan” e que boa parte desse número veio da empresa de Elon Musk. Por conta disso, os projetos da montadora já estão ficando ameaçados por falta de pessoas.

Já o Wall Street Journal afirmou hoje que a Apple contratou mais 1.200 pessoas e que, agora, o “Projeto Titan” tem nada mais nada menos do que três vezes o tamanho inicial (cerca de 600). E o motivo para essa contratação desenfreada seria um: antecipar em um ano o lançamento (em vez de 2020, lançar o carro em 2019).

Como eu sempre digo, os indícios estão muito, mas muito fortes. Juntando tudo, não há outra opção na mesa a não ser realmente um projeto de carro elétrico e/ou autônomo da Maçã.

[via MacRumors, 9to5Mac]

Posts recomendados
Comentários

O Modo Escuro foi ativado ou desativado.
Atualize esta página para ver os comentários.


Carregar mais posts recentes