Conceito: e se o iTunes fosse desmembrado em 16 apps diferentes? [atualizado]


O iTunes foi lançado originalmente em janeiro de 2001, adaptado de um software adquirido pela Apple em 1998 — chamado SoundJam MP. De lá para cá já foram 12 grandes versões diferentes com muitas mudanças e novidades.

A versão atual do iTunes não é ruim — já tivemos algumas bem pesadas/instáveis —, mas o software sofre de um problema crônico com o acúmulo de funções. O que era somente um gerenciador/reprodutor de músicas hoje em dia também engloba vídeos, podcasts, apps, lojas e por aí vai; nem o nome dele faz mais sentido. Fora do iTunes, atualmente, só há duas coisas: a Mac App Store e o iBooks.

Estudantes de design da Fachhochschule Potsdam (FH Potsdam, da Alemanha) resolveram criar, então, um conceito completíssimo imaginando como seria o iTunes desmembrado em 16(!) apps diferentes. São eles:

iTunes - Albums

Albums: para quem curte ouvir álbuns completos

iTunes - AppControl

AppControl: gerenciamento de apps para iOS

iTunes - Apple Books

Apple Books: navegação e compra de ebooks

iTunes - Apple Tags

Apple Tags: categorize músicas e filtre a sua biblioteca no Windows

iTunes - Demand

Demand: explore suas mídias pessoais

iTunes - Devices

Devices: compartilhamento de arquivos entre Macs e iGadgets

iTunes - iGear

iGear: gerenciamento e sincronização de bibliotecas de música entre iGadgets

iTunes - iRadio

iRadio: cultura de rádio mundial, para você curtir enquanto usa o computador

iTunes - Movie Time

Movie Time: encontre e alugue os últimos lançamentos em filmes

iTunes - MusicFinder

MusicFinder: curta toda a sua biblioteca musical por uma interface intuitiva

iTunes - Podcasts

Podcasts: focado em ver, ouvir e descobrir seu próximo programa favorito

iTunes - Push

Push: simplifica o processo de sincronização entre a sua biblioteca do iTunes e os seus dispositivos iOS

iTunes - Shows

Shows: ajuda você a organizar seus programas de TV favoritos e programar a sua próxima maratona de episódios

iTunes - Simplay

Simplay: a forma mais simples de tocar as suas músicas

iTunes - Sync

Sync: sincronização e gerenciamento do espaço dos seus iGadgets — sem o iTunes

iTunes - Vision

Vision: navegue, encontre e assista aos seus filmes mais facilmente do que nunca

A base da ideia em si — desmembrar o iTunes — é fantástica e não é algo novo. O trabalho dos caras ficou de primeira, mas acho que eles exageraram um pouco no “desmembramento”; alguns dos novos apps concebidos já se confundem. Talvez não precisemos de 16, mas de uns 5-6 apps?

Eu há tempos sonho com o retorno do iSync ao OS X, que seria um app dedicado para você gerenciar todos os seus apps e conteúdos sincronizáveis com iPads, iPhones e iPods. Um app Podcasts também é até óbvio, visto que isso já existe no iOS. Eu deixaria o iTunes somente focado em músicas, seja na sua biblioteca local, no Apple Music ou em rádios, enquanto um outro app seria direcionado para vídeos (filmes e programas de TV). O iBooks (ou Apple Books, como eles quiseram chamar) englobaria tudo relacionado a livros, sejam em texto ou em áudio. O iTunes U, por fim, também merecia um app dedicado para Mac.

Assim, a coisa ficaria linda demais. 🙂

[via Six Colors]

Atualização · 19/10/2015 às 18:46

Após divulgamos o conceito acima, o leitor Davi Costa entrou em contato contando que também vinha há um tempo trabalhando em cima de uma ideia similar e que, quando viu o nosso post, resolveu finalizar a sua proposta.

Vejam só como ficou:

Conceito de divisão do iTunes, por Davi Costa

Para mim ela também não é perfeita (o que é, afinal? :-P), mas já segue uma divisão mais de acordo com o que eu havia sugerido. Bacana!

Comentários

O Modo Escuro foi ativado ou desativado.
Atualize esta página para ver os comentários.

Posts recomendados

Relatório de erro de ortografia

O texto a seguir será enviado para nossos editores: