Vídeo: conheça o Auto Unlock, grande novidade do macOS Sierra

Play

O macOS Sierra virá cheio de melhorias essenciais para todos os usuários, mas uma delas será exclusividade para donos de Apple Watches: trata-se do Desbloqueio Automático (Auto Unlock), mais um recurso do arsenal de funções de Continuidade adicionais ao longo dos anos nas plataformas da Maçã.

Até hoje, essas funcionalidades visavam integrar de maneira transparente as experiências que os usuários possuem com apps e serviços da Apple em diferentes dispositivos. Com o Auto Unlock, a suite de Continuidade ganha a sua primeira função de segurança, que adiciona enorme conveniência no dia-a-dia com o Mac.

Funcionamento

Com o Auto Unlock habilitado, o macOS Sierra passa a reconhecer o relógio autenticado do usuário final para acesso ao sistema. O que é significa “autenticado”, no caso? Além de estar pareado com o iPhone, ele precisa estar vinculado ao ID Apple utilizado para acesso aos seus dispositivos.

Também é necessário habilitar na sua conta a autenticação de dois fatores que a Apple fornece desde o lançamento do iOS 9 e do OS X El Capitan. Isso pode gerar confusão entre alguns usuários que chegaram a habilitar a verificação de dois passos antes de este serviço ser ativado. Para eles, será necessário desativá-la primeiro, nas configurações do ID Apple.

De acordo com engenheiros da Apple, o Auto Unlock é baseado em comunicação P2P1 criptografada entre dispositivos, a mesma que habilita as demais funções de Continuidade. Uma série de cálculos também é efetuada no momento em que o usuário retira o Mac do repouso e busca o relógio ao redor, para garantir que é ele mesmo quem está efetuando o acesso e evitando o risco de ataques de relay.

A ideia do recurso é ser padrão Apple: “just works”.

Posts recomendados
Comentários

O Modo Escuro foi ativado ou desativado.
Atualize esta página para ver os comentários.


Carregar mais posts recentes