Faturamento da Apple sobe 12% em um ano e empresa fecha o seu quarto trimestre fiscal em US$52,6 bilhões [atualizado]


Como previsto, a Apple acaba de divulgar seus resultados financeiros referentes ao quarto trimestre fiscal de 2017 — que terminou no dia 30 de setembro, ou seja, já englobou as vendas iniciais de iPhones 8/8 Plus.

A companhia divulgou um faturamento de US$52,6 bilhões, 12% maior que há um ano, lucro de US$10,7 bilhões (crescimento anual de 18,6%) e ganhos por ação diluída 24% maiores que no quarto trimestre fiscal de 2016, a US$2,07. Vendas internacionais compreenderam 62% de todo o faturamento trimestral.

Eis os números por segmentos operacionais:

Absolutamente tudo, tudo positivo.

Confira a declaração do diretor executivo (CEO) Tim Cook:

Estamos contentes em divulgar uma finalização bem forte para um ano fiscal excelente de 2017, com um recorde de faturamento para o quarto trimestre, crescimentos anuais em todas as nossas categorias de produtos e o nosso melhor trimestre na história para Serviços. Com fantásticos novos produtos incluindo o iPhone 8 e o iPhone 8 Plus, o Apple Watch Series 3 e a Apple TV 4K entrando na nossa linha, estamos empolgados para mais uma ótima temporada de fim de ano, e com o lançamento do iPhone X ocorrendo agora, não poderíamos estar mais empolgados à medida em que começamos a entregar a nossa visão para o futuro desse dispositivo incrível.

E a do diretor financeiro (CFO) Luca Maestri:

A taxa de crescimento anual de faturamento da Apple acelerou pelo quarto trimestre consecutivo e levou o crescimento em ganhos por ação diluída a 24% no trimestre de setembro. Nós também geramos um forte fluxo de caixa operacional de US$15,7 bilhões e devolvemos US$11 bilhões a investidores através do nosso programa de retorno de capital.

Olhando à frente para o primeiro trimestre fiscal de 2018, a Apple prevê uma receita entre US$84 e US$87 bilhões (uma baita disparada em relação ao recorde de US$78,4 bilhões do primeiro trimestre fiscal de 2017), uma margem bruta entre 38% e 38,5%, gastos operacionais entre US$7,65 e US$7,75 bilhões, outras receitas/(despesas) de US$600 milhões e uma taxa de impostos de 25,5%.

O conselho administrativo da Apple declarou um dividendo em dinheiro de US$0,63 por ação comum da companhia, pagável em 16 de novembro de 2017 a todos os acionistas registrados até o fechamento dos negócios em 13 de novembro de 2017.

A partir das 19h, pelo horário de verão de Brasília, a Apple transmitirá ao vivo uma conferência em áudio para divulgar todos esses resultados financeiros (e mais). Até amanhã, publicaremos um apanhado geral dela aqui no MacMagazine.

Atualização 02/11/2017 às 18:51

Wall Street já respondeu muito bem não só aos números do trimestre, como também à previsão dada pela Apple para o próximo.

Enquanto a $AAPL fechou esta quinta-feira em leve alta de 0,73%, cotada US$168,11, ela não havia atingido o recorde histórico de US$169,04 da terça-feira, já que caiu ontem.

Agora, nas negociações pós-fechamento dos pregões da NASDAQ, as ações já estão disparando 3,3% — cotadas neste momento a US$173,59. Veremos como será o dia de amanhã.

Posts recomendados
Comentários

O Modo Escuro foi ativado ou desativado.
Atualize esta página para ver os comentários.


Carregar mais posts recentes

Relatório de erro de ortografia

O texto a seguir será enviado para nossos editores: