Rumor: dispositivo de realidade aumentada da Apple terá “rOS” e pode chegar em 2020 [atualizado: mais um indício]

Seguindo os rumores de ontem (7/11) sobre uma empresa parceira da Apple que estaria começando a fabricar peças para um dispositivo de realidade aumentada, a Bloomberg noticiou hoje que a Maçã realmente estaria trabalhando em um dispositivo de AR que poderá ser lançado em 2020.

De acordo com fontes anônimas, o dispositivo da Apple terá sua própria tela, um novo chip similar ao S1 do Apple Watch e um sistema operacional próprio, conhecido internamente por “rOS” (reality operating system) — possivelmente mais uma ramificação do iOS, como acontece com o tvOS e o watchOS. Um dos diretores responsáveis pelo “rOS” seria Geoff Stahl, antigo gerente de software para jogos e gráficos na Maçã.

Em relação a como o dispositivo será controlado, a empresa ainda não está decidida, porém diversas opções já estariam em testes incluindo telas sensíveis ao toque, ativação por voz via Siri e gestos com a cabeça. Para realizar esses testes internos, os empregados estariam utilizando um headset da HTC Vive parecido com o Samsung Gear VR, usando um iPhone como tela e outros hardwares. Por debaixo dos panos, o projeto teria o codinome T288 e a equipe dele seria a mesma que trabalhou com o ARKit.

De fato, nós já ouvimos muitos rumores do “Apple Glass” e até o próprio Tim Cook não desmentiu a possibilidade de a empresa trabalhar em um, destacando que “a Apple apenas lançará algo se achar que pode fazê-lo de uma maneira a ter qualidade”, e deixou no ar que uma boa tecnologia nessa área ainda demoraria “alguns anos”.

Os planos já parecem estar bastante fundamentados e a Bloomberg ainda afirmou que o objetivo é que a tecnologia esteja preparada já em 2019, para que os óculos sejam oficialmente lançados em 2020.

Se realmente a Maçã está preparando um headset de realidade aumentada — o que é bastante provável, considerando todos os rumores —, foi muito inteligente da parte dela liberar o ARKit, fazer com que desenvolvedores façam seus apps e experimentos na nova tecnologia para, no futuro, revelarem um dispositivo que pode levar essa experiência muito mais além.

Atualização, por Bruno Santana 14/11/2017 às 18:50

Vocês querem mais um indício de que a Apple está, sim, mexendo os pauzinhos para lançar um dispositivo de realidade aumentada num futuro não muito distante? Pois aí vai: uma parceira de longa data de Cupertino revelou que está trabalhando exatamente nisso sem especificar para quem — exatamente como a Inventec fez ontem e botou na roda a possibilidade de um HomePod com Face ID.

A linguaruda da vez, como afirmou o Nikkei, é a Quanta Computer, uma das principais montadoras do Apple Watch. Seu vice-chairman, C.C. Leung, afirmou na mais recente conferência de resultados da empresa que seus engenheiros estão empenhados em construir um dispositivo, descrito como um “headset com lente totalmente transparente que permita aos usuários ver e interagir com o ambiente”.

De acordo com o executivo, tal dispositivo chegaria ao mercado “no mais tardar em 2019”. A Maçã, sendo uma das mais proeminentes clientes da Quanta, obviamente passa a ser a suspeita #1 entre as empresas misteriosas que estariam por trás da missão.

É, todas as peças estão encaixando…

via Apple World Today

Posts recomendados
Comentários

O Modo Escuro foi ativado ou desativado.
Atualize esta página para ver os comentários.


Carregar mais posts recentes