Seguindo a roda: Apple processa Qualcomm mais uma vez, agora por violação de patente

Já é costume a Apple ser processada por infringir patentes, seja legitimamente ou pelo que chamamos de patent trolls; o oposto, porém, não é tão comum assim. Entretanto, como o seu imbróglio com a Qualcomm está num patamar cada vez mais elevado, a Maçã achou certo colocar mais pimenta na briga e acusar a fabricante de chips de infringir algumas de suas patentes.

Conforme foi divulgado pela Reuters, a Apple processou novamente a Qualcomm por violação de patentes, alegando que possui pelo menos oito inventos de vida útil da bateria usadas pela fabricante.

As patentes garantem que cada parte do processador de um dispositivo gaste apenas a bateria mínima necessária, desligando partes do processador quando for dispensável. No documento apresentado pela Maçã, ela afirma que os processadores Snapdragon 800 e 820, da Qualcomm, que são utilizados por diversos aparelhos da Samsung e do Google, infringem essas patentes.

Um representante da gigante de Cupertino afirmou que a Apple teria procurado e investido nessas patentes antes de a Qualcomm fazê-lo. A empresa busca danos, mas os detalhes não foram compartilhados.

Como a própria Apple já afirmou que estava “se segurando” para não processar a fabricante de chips pois ela era a única a lhe fornecer os modems dos iPhones, agora parece que a Maçã está remexendo toda a gaveta “contra Qualcomm” e soltando tudo de uma vez só — mesmo com Tim Cook afirmando que prefere que tudo se resolva na conversa. Acho que após a parceria/inimiga sugerir que a Apple estava compartilhando segredos industriais com a Intel, essa proposta de conversar parece não estar mais de pé. 😝

Posts recomendados
Comentários

O Modo Escuro foi ativado ou desativado.
Atualize esta página para ver os comentários.


Carregar mais posts recentes