Analista prevê melhoria de até 10% nas baterias dos iPhones de 2018

Como já sabemos, o iPhone X tem uma bateria em formato de “L” com 2.716mAh, que é maior do que as retangulares do iPhone 8 (1.821mAh) e do 8 Plus (2.691mAh), mas inferior às que a Apple já entregou em seus aparelhos anteriormente, já que o iPhone 7 Plus tem 2.900mAh e o 6s Plus vem com 2.750mAh.

Quem ficou triste sabendo da bateria dos atuais modelos, pode voltar a se alegrar com esta notícia: Ming-Chi Kuo, o conhecido analista da KGI Securities, afirmou que os três modelos que estão previstos para chegar em 2018 terão um aumento nas suas baterias.

Modelos do iPhone em 2018 segundo Ming-Chi Kuo, da KGI Securities

O analista prevê que o design em “L” será mantido em dois dos aparelhos, já que ele é mais eficiente em termos de espaço. Assim, o iPhone com tela OLED de 5,8 polegadas poderá ter entre 2.900mAh e 3.000mAh, o que pode significar que haverá um aumento de cerca de 10% no ano que vem.

Já o modelo rumorado com tela OLED de 6,5 polegadas (o que seria um “iPhone X Plus”), também teria o formato de “L” em sua bateria, com uma capacidade entre 3.300mAh e 3.400mAh — um salto ainda maior.

Como o analista já citou anteriormente, a Apple também lançaria no ano que vem um aparelho com o design do “X”, porém com uma tela LCD de 6,1 polegadas, a fim de oferecer como modelo de entrada. Para este, agora Kuo afirma que a bateria continuaria sendo retangular, mas chegaria a ter entre 2.850mAh e 2.950mAh.

Tendo em vista o fato de que muitas predições do Kuo para este ano realmente aconteceram, há uma grande probabilidade de acerto aqui.

·   •   ·

Falando em iPhones de 2018, a Finisar deu hoje uma grande pista de que veremos a tecnologia TrueDepth e, por consequência, o Face ID, em todos os modelos do ano que vem.

Isso porque a empresa, que é responsável por fornecer o VCSEL1 para que a tecnologia funcione, divulgou em seu resultado financeiro que sua receita estava na casa dos milhões (com um só digito), mas que deverá alcançar “dezenas de milhões” de dólares a partir de janeiro — ou seja, é certo que ela está trabalhando de perto para fornecer o componente à Apple.

iPhone X desmontado pela iFixit

A Finisar divulgou também que adquiriu um terreno de cerca de 65.000m² o qual, uma vez funcional, poderá ajudar a empresa a atingir uma receita de US$30 milhões. Esse número faz muito sentido se olharmos para a outra fornecedora de VCSEL da Apple, a Lumentum, que já atingiu US$40 milhões no trimestre de setembro.

Que venham, então, os iPhones de 2018 com suas baterias melhoradas e Face ID!

via 9to5Mac, AppleInsider

Posts recomendados
Comentários

O Modo Escuro foi ativado ou desativado.
Atualize esta página para ver os comentários.


Carregar mais posts recentes