A RAM do iMac Pro até poderá ser atualizada, mas somente pela Apple ou por Centros de Serviço Autorizados

Se há alguma grande crítica a se fazer com relação ao iMac Pro é que, ao contrário de muitas máquinas profissionais (não que ele não seja uma), trata-se de um computador totalmente selado — sem possibilidade de upgrades por parte do usuário.

Não é à toa que, desde que anunciou o iMac Pro, a Apple está lembrando e reiterando que está trabalhando, paralelamente, num novo Mac Pro que supostamente atenderá essa necessidade com louvor.

Pois bem, então, aos que forem investir num iMac Pro, o ideal é pegar a configuração máxima que puderem pois, em teoria, a máquina permanecerá com as especificações de fábrica até o dia da sua morte — por mais distante que ele esteja. Todavia, hoje surgiu uma pontinha de esperança ao menos em relação à RAM1.

Segundo uma informação obtida por Rene Ritchie (do iMore) com a própria Apple, donos de iMacs Pro poderão, sim, atualizar a RAM dele no futuro. O “detalhezinho” é que isso só poderá ser feito em Apple Stores ou, no máximo, em Centros de Serviço Autorizados.

Na prática, significa portanto que consumidores precisarão pagar a “taxa Apple” pelo upgrade de RAM do mesmo jeito. E não é nada barata: o iMac Pro começa em US$5.000 nos Estados Unidos, com 32GB de RAM ECC de 2.666MHz; são US$800 a mais para ir a 64GB, ou US$2.400 a mais para chegar ao máximo de 128GB.

No Brasil, como já sabemos, o iMac Pro começará em R$38.000. O upgrade para 64GB ficará por R$5.600, e pular para 128GB custará ao bolso do brasileiro nada mais nada menos que R$16.800.

Fica a torcida, portanto, para esses preços de upgrade caírem (de preferência, despencarem) nos próximos anos, quando chegar o momento de algum felizardo comprador do iMac Pro achar conveniente fazer esse upgrade de memória. E quem sabe, futuramente, até acabem rolando alternativas de upgrade terceirizadas, mais em conta… A possibilidade de upgrade, pelo menos, nós agora sabemos que existe.

via MacRumors

Posts recomendados
Comentários

O Modo Escuro foi ativado ou desativado.
Atualize esta página para ver os comentários.


Carregar mais posts recentes