Não demorou: Apple é processada por deixar iPhones com baterias antigas mais lentos [atualizado 2x: mais dois!]

A polêmica envolvendo iPhones com baterias antigas que estão agora rodando mais lentos está longe de terminar. Ainda que a Maçã tenha se pronunciado, ela de fato falhou ao não ser totalmente transparente no caso e, agora, está começando a colher os frutos dessa decisão.

Stefan Bogdanovich, morador de Los Angeles, não ficou nada feliz com a situação e resolveu processar a Apple, como informou o TMZ. Na ação coletiva aberta, ele afirmou aquilo tudo que vocês devem imaginar: que a decisão da Apple de diminuir o poder de processamento de telefones com baterias antigas nunca foi solicitada ou acordada e que isso diminui o valor dos aparelhos. Além disso, Bogdanovich acredita que se trata apenas de uma estratégia da Apple para fazer com que usuários troquem os seus aparelhos “velhos” por iPhones novos.

Com a ação, Bogdanovich quer que a Apple pare de deixar esses aparelhos mais lentos via software e busca ainda uma compensação financeira pelo imbróglio.

via AppleInsider

Atualização 22/12/2017 às 10:03

De acordo com o Chicago Sun-Times, clientes de iPhones 5, 6, 6s e 7 (de Illinois, de Ohio, de Indiana e da Carolina do Norte) também entraram em uma ação coletiva contra a Apple.

Os autores da ação afirmam que a empresa está violando os leis estaduais e nacionais que protegem consumidores de negócios enganosos e práticas de vendas. Já o advogado James Vlahakis disse que a Apple violou a lealdade dos clientes, forçando muitos a desembolsar por um novo telefone.

As corporações têm que perceber que as pessoas são sofisticadas e que, quando as pessoas gastam os seus suados dólares em um produto, elas esperam que ele tenha o desempenho esperado. Em vez disso, a Apple parece ter obscurecido e ocultado por que os telefones antigos estavam mais lentos.

No processo, os reclamantes dizem ainda que a Apple “sujeita desnecessariamente consumidores a comprar iPhones mais novos e mais caros quando uma reposição de bateria poderia ter permitido aos consumidores continuarem usando seus iPhones mais antigos”. Os autores do processo querem que a Apple pague uma quantia não-especificada relacionada a danos.

É, a Apple se meteu numa enrascada…

via Cult of Mac

Atualização II 26/12/2017 às 10:08

Em mais uma ação (esta na Califórnia), advogados representando Keaton Harvey afirmaram que o iPhone 6 dele sofria de desligamentos espontâneos (apesar de ter 50% ou mais de bateria). Depois, tornou-se extremamente lento, o que fez Harvey eventualmente comprar um novo iPhone (mais de US$1.000).

No processo, Harvey pede que a Apple informe aos proprietários de iPhones sobre as modificações feitas no iOS, conserte o software para restaurar o desempenho, reembolse as pessoas que compraram esses “iPhones defeituosos” e/ou tente repará-los/substituí-los, fornecendo baterias novas para usuários que ainda estão enfrentando dificuldades com os seus aparelhos.

via AppleInsider

Posts recomendados
Comentários

O Modo Escuro foi ativado ou desativado.
Atualize esta página para ver os comentários.


Carregar mais posts recentes