Tim Cook afirma que usuários poderão desativar a redução de performance num futuro update do iOS, surpreendentemente


O dia hoje foi quente, para a Apple.

Ao mesmo tempo que anunciou grandes investimentos nos Estados Unidos para os próximos cinco anos, a Apple oficializou uma expansão do seu data center em Reno (Nevada) e Tim Cook esteve pessoalmente por lá.

A ABC News teve a oportunidade de conversar com o CEO:

A jornalista Rebecca Jarvis aproveitou logo a oportunidade para tirar alguma declaração de Cook acerca da polêmica das baterias desgastadas em iPhones, e o executivo acabou falando mais do que esperaríamos normalmente numa ocasião desse tipo.

Primeiro, ele reiterou o pedido de desculpas público da Apple e disse que a preocupação primordial da empresa sempre é com o usuário, e que a própria redução de performance nos iPhones é resultado disso — pois é bem melhor perder um pouco de performance do que o aparelho desligar/reiniciar inesperadamente durante uma ligação, ao escrever um email ou mesmo enquanto você está tirando fotos.

E aí é que vem a parte que eu, pessoalmente, apostaria todas as minhas fichas que não aconteceria: Cook afirmou que, no mês que vem, sairá a primeira beta para desenvolvedores da prometida nova versão do iOS com informações extras sobre a saúde da bateria do iPhone e que, se o usuário assim quiser, poderá desabilitar a redução de performance. Uia!

Como essa primeira beta só foi prometida para fevereiro, é possível que tenhamos a partir daí algumas semanas de testes antes de a atualização chegar de fato às mãos de todos os usuários. Ou seja, eu não esperaria isso antes de março ou quem sabe até abril.

Investimentos e Reno

Mas voltando às novidades de hoje, uma informação extra citada por Cook na entrevista é que o novo campus anunciado hoje mais cedo pela Apple não será em nenhum dos dois estados americanos onde ela já possui campi — ou seja, em algum estado diferente da Califórnia e do Texas. O local exato, contudo, só será revelado em algum outro momento deste ano.

Quanto ao data center de Reno, anunciado originalmente em 2012, a Apple investirá US$1 bilhão em sua expansão (totalizando US$2,6 bilhões, desde o começo) — incluindo usinas solares para manter a sua operação 100% sob energia renovável.

O Reno Gazette Journal publicou um slideshow de fotos do local:

A expectativa da Apple é finalizar as obras de expansão do data center até 2019.

via 9to5Mac: 1, 2

Comentários

O Modo Escuro foi ativado ou desativado.
Atualize esta página para ver os comentários.

Posts recomendados

Relatório de erro de ortografia

O texto a seguir será enviado para nossos editores: