Confira algumas boas demonstrações das novidades trazidas pela versão 1.5 do ARKit

Junto ao iOS 11.3, o mundo está recebendo a versão 1.5 do ARKit, a nova menina dos olhos da Apple. Nós já falamos sobre as (muitas!) novidades da atualização neste post, mas que tal checarmos agora algumas demonstrações práticas de novas possibilidades que ela traz?

Comecemos com o desenvolvedor Tim Field, que mostra uma melhora significativa na tecnologia no que se refere à identificação de superfícies verticais ou irregulares. O reconhecimento da lareira, em particular, é bastante interessante:

Novo no iOS 11.3 — superfícies verticais & irregulares com o #ARKit

A desenvolvedora Ubicolor, do seu lado, já tratou de demonstrar uma aplicação prática para a nova funcionalidade. Vejam essa parede magicamente transformar-se num buraco mágico e pensem no que os criadores de jogos podem fazer com essa tecnologia:

Então eu estava brincando com a nova detecção de paredes do ARKit hoje… o que vocês acham? #arkit #madewitharkit #augmentedreality #iOS113 #arkit15 #ar #AugmentedReality

Que tal, então, um protótipo de jogo utilizando a nova versão da plataforma em que monstros esquisitos com tentáculos brotam da parede? Essa foi a ideia delirante da desenvolvedora Lauri:

Criei uma estranhíssima Creature-z do jogo #GGJ18 esse fim de semana com @tristan_damron, @marknerys e @ericklind usando a detecção de planos verticais do #ARKit. Valeu ao @PIGSquad por hospedar 🤙

Já o desenvolvedor Mohammad Azam preferiu demonstrar o novo recurso de reconhecimento de conteúdo bidimensional, como fotos, rótulos e códigos de barra, com uma ferramenta bem interessante: ao apontar a câmera para o pôster de um filme, a tecnologia reconhece o elemento e começa a exibir o trailer da produção automaticamente. Imaginaram as possibilidades na prática?

O futuro dos pôsteres de filmes. Detecção de imagem e referência de imagens no ARKit 1.5. #ARKit #AugmentedReality

Como eu disse acima, o ARKit 1.5 também é capaz de reconhecer códigos de barra — e Azam também demonstra essa capacidade num conceito ainda bem simples (apenas o tipo do produto aparece em cima do seu código), mas que pode ser expandido para todo tipo de aplicação por parte de lojas e supermercados:

No ARKit 1.5 as imagens de referência podem ser qualquer tipo de imagem. Incluindo códigos de barras!!! #ARKit #AugmentedReality

Que tal, então, um aplicativo de museu que detecte a obra para a qual a câmera está sendo apontada e exiba suas informações na tela do smartphone? Essa é a demonstração do desenvolvedor Romain Derrien:

Primeira tentativa de detecção de imagem do #ARKit: sucesso! Como disse a @Apple, é um ótimo recurso para museus. Agora eu preciso de conteúdo para 2.300 pinturas @NationalGallery

Falando em museus, outra demonstração da ferramenta de detecção de paredes vem do desenvolvedor Jason Nelson, que usou o recurso para posicionar quadros digitais em paredes. Os curadores de museus moderninhos devem estar lacrimejando neste momento:

O melhor eu deixei para o final. Saquem só que loucura essa demonstração do desenvolvedor Abhishek Singh: o ARKit detecta a existência de uma janela no plano vertical (no caso, a parede) e, com isso, faz com que um pássaro virtual voe para dentro do ambiente e caminhe pelo chão. Incrível!

Vejam o que voou pela minha janela hoje… #ARKit

Mal posso esperar para ver o que o futuro do ARKit nos reserva. Se a evolução já foi tão visível em menos de um ano, imaginem o que veremos no iOS 12!

via MacRumors

Posts recomendados
Comentários

O Modo Escuro foi ativado ou desativado.
Atualize esta página para ver os comentários.


Carregar mais posts recentes