Visando foco em gerenciar redes e dispositivos, Apple descontinuará funções do macOS Server


Talvez a maioria dos usuários de Macs não lembre que a Apple mantém em seu portfólio uma solução complementar do macOS destinada a servidores. O propósito desse produto é servir necessidades de administração de computadores em rede, facilitando também a oferta de serviços comuns para empresas.

Há alguns dias, foi descoberto em um documento de suporte da Maçã a notícia de que vários dos principais serviços que norteiam o macOS Server serão descontinuados, visando sua remoção em versões futuras. A lista publicada inclui os aplicativos servidores de Agenda, Contatos, DHCP, DNS, Mail, Mensagens, NetInstall, VPN, Websites e Wiki.

Ícone - macOS Server

De acordo com o documento de suporte:

O macOS Server está mudando para ser focado em gerenciar computadores, dispositivos e armazenamento em sua rede. Como resultado, algumas mudanças estão chegando na forma como o Server funciona. Alguns serviços serão descontinuados e estarão omitidos em novas instalações do update para o macOS Server que chegará no segundo trimestre de 2018. Se você já configurou algum desses serviços, você continuará a usá-los no update do segundo trimestre de 2018 do macOS Server.

Histórico

Ao longo dos anos, a Apple promoveu algumas mudanças estratégicas no macOS Server. Originalmente ele era um sistema operacional distinto, oferecido como opcional nas compras de Macs mini e Pro; além disso, vinha pré-instalado no Xserve, o servidor 1U comercializado pela empresa até janeiro de 2011, quando foi descontinuado.

Xserve Nehalem

No mesmo ano, o macOS Server deixou de ser um sistema operacional independente. A Apple até cogitou oferecer as suas funções incorporadas no mesmo produto pré-instalado em todos os Macs, mas ao anunciar a última prévia da versão 10.7 Lion para desenvolvedores na Worldwide Developers Conference (WWDC) 2011, decidiu que as transformaria em um bundle a ser vendido na App Store. Nessa mesma edição, a Apple incorporou pela primeira vez uma solução para gerenciamento de dispositivos iOS.

Essa inciativa, que inclusive guiou o desenvolvimento das atualizações subsequentes do macOS Server, agora é a base do que se tornará o futuro de uma das poucas soluções desenvolvidas pela Apple aos seus usuários corporativos. Com o advento do iOS nesse mercado, a empresa passou a apostar nas alianças com parceiros globais para expandir seu portfólio, tendo como principais signatários gigantes como Accenture, IBM e SAP.

Segundo o AppleInsider, fontes ligadas à empresa comentaram que um dos principais problemas no desenvolvimento do macOS Server era o déficit de atualizações dos componentes internos que agora estão sendo descontinuados. Muitos deles eram baseados em produtos de código aberto, os quais administradores de rede adquiriram o hábito de instalar manualmente.

Próximos updates

As mesmas fontes procuradas pelo AppleInsider também confirmaram que as mudanças previstas para o macOS Server o tornarão menos customizável. O objetivo é reduzir o tempo e o volume de ajustes necessários do administrador, para colocar em uso os serviços essenciais que serão mantidos logo na instalação.

Além disso, a Apple está trabalhando para dar a empresas um meio de se adiar atualizações de sistema por até 90 dias (sem que os usuários notem sua disponibilidade), o que estará aplicável a partir do iOS 11.3 e do macOS High Sierra 10.13.4. Embora isso não tenha previsão de se estender ao nosso dia-a-dia com gadgets particulares, gerenciadores de parques de dispositivos apreciam a possibilidade de se controlar distribuições de pacotes, dependendo dos casos.


Ícone do app macOS Server

macOS Server

de Apple

Compatível com Macs
Versão 5.7.1 (106.5 MB)
Requer o macOS 10.14 ou superior

R$ 74,90

Badge - Baixar na Mac App Store

Código QR Código QR

Posts recomendados
Comentários

O Modo Escuro foi ativado ou desativado.
Atualize esta página para ver os comentários.


Carregar mais posts recentes

Relatório de erro de ortografia

O texto a seguir será enviado para nossos editores: