Documentário focado no iPhone X mostra os bastidores das famosas desmontagens feitas pela iFixit

Play

Sempre que um dispositivo é lançado — principalmente um iPhone “saindo do forno” —, já existe aquela boa e velha tradição de vermos literalmente as suas entranhas, cada componente interno dele.

Mas o que chega para nós são fotos — muito bem tiradas, aliás — e, no máximo, vídeos. Não temos nem ideia do trabalho envolvido e do que acontece por trás das câmeras.

E foi exatamente todo esse processo que a Motherboard mostrou no documentário intitulado “Como a iFixit se Tornou a Melhor Equipe de Desmontagem [Teardown] de iPhones do Mundo”.

Todos os anos, há uma corrida para ver quem consegue desmontar o [iPhone] primeiro, com equipes de todo o mundo voando para a Austrália — onde ele é lançado primeiro — para competir e ser o primeiro a olhar para dentro do telefone mais cobiçado do mundo. A Motherboard se juntou à iFixit, uma empresa com sede na Califórnia, cuja principal missão é permitir que qualquer um consiga desmontar e reparar os seus próprios produtos, para acompanhar a desmontagem do iPhone X.

Nós, que acompanhamos as notícias sobre o mundo Apple, podemos ver sempre, por meio desse tipo de desmontagem, quais são as novidades de hardware e como os componentes são colocados cuidadosa e caprichosamente dentro do aparelho. Entretanto, a equipe da iFixit afirmou que não são somente fanáticos por tecnologia que acompanham suas publicações.

Uma das responsáveis pela desmontagem afirmou que fabricantes de microchips, por exemplo, curtem ver os seus produtos nas fotos da empresa e, assim, podem divulgar que seus chips estão presentes no iPhone. De fato, é uma baita propaganda!

Toda a fama da empresa começou, porém, pois a sua principal intenção sempre foi mostrar o passo-a-passo para usuários procederem caso queiram eles mesmo reparar os seu próprios aparelhos, sem que os dispositivos sejam danificados; quer dizer, eles são um grande site de manuais de código aberto, ensinando a qualquer um que queira aprender. A renda da empresa vem, portanto, da venda de ferramentas especiais para realizar tal reparo.

Confira acima o vídeo completo, que conta a história desde a chegada da equipe à Austrália, a permanência na fila para serem os primeiros a colocar as mãos no aparelho, até a volta aos Estados Unidos para fazer todo o procedimento e fotografá-lo. No vídeo, também ficamos sabendo que alguns fornecedores de peças para a Apple estão constantemente em contato com a iFixit — além de vários outros detalhes!

A correria é intensa, mas faz parte; é assim que conseguem ser sempre os primeiros. Documentário muito recomendado! 😉

via The Loop

Posts recomendados
Comentários

O Modo Escuro foi ativado ou desativado.
Atualize esta página para ver os comentários.


Carregar mais posts recentes