Jailbreak Electra traz o Cydia de volta a aparelhos rodando (quase) todas as versões do iOS 11 [atualizado]

O jailbreak é um ato cada vez mais raro no mundo dos iTrecos, por motivos que estão abertos à discussão. Seria uma maior oferta de recursos nativos por parte do iOS? Um maior senso de satisfação por parte dos consumidores para com o sistema? Ou o cansaço de lidar com aplicações não-autorizadas e por vezes pouco amigáveis? Discutível.

O fato é que ele ainda existe, e, aos adeptos da prática que estão em dia com o sistema operacional móvel da Maçã, uma nova ferramenta traz pela primeira vez o famoso repositório Cydia aos dispositivos rodando (quase) todas as versões do iOS 11. Trata-se do jailbreak Electra, desenvolvido pelo hacker @CoolStar.

Jailbreak Electra

A ferramenta contempla dispositivos rodando desde o iOS 11.0 até o iOS 11.1.2, incluindo os recentes iPhones 8, 8 Plus e X. É bom notar que trata-se de uma solução semi-tethered, ou seja, a cada vez que o aparelho for reiniciado, o aplicativo Electra terá que ser aberto novamente para realizar o processo de jailbreak.

O Cydia, por sua vez, não foi oficialmente atualizado para o iOS 11 — indícios mostram, aliás, que o outrora maior repositório do mundo está morrendo —, mas o próprio @CoolStar mexeu no código da loja alternativa para que ela funcione na mais recente versão do sistema. Não esperem, entretanto, uma quantidade enorme de aplicativos e ferramentas que tirem proveito dos novos recursos do iOS 11.

O processo de instalação do Electra é relativamente simples: basta baixar o pacote no site oficial da ferramenta, conectar o iPhone/iPad/iPod touch a um Mac ou PC e abrir o programa Cydia Impactor, que estará incluído no download. Quando o software reconhecer o dispositivo, arraste o IPA do Electra para a janela em questão e forneça as credenciais do seu ID Apple para autenticar a operação.

Uma vez instalado o Electra, antes de abri-lo pela primeira vez é necessário fazer uma pequena viagem até os Ajustes do dispositivo iOS. Em Geral » Gerenciamento de Dispositivos e Perfis, basta tocar no perfil do Electra e selecionar a opção para confiar nele. Por fim, inicie o aplicativo em si, ative o interruptor “Tweaks” e toque no grande botão “Jailbreak”. Com o fim do processo, o Cydia estará pomposo na sua tela inicial.

Aos que funcionam melhor com guias visuais, o Redmond Pie fez um tutorial recheado de imagens para o exato mesmo propósito.

Quem vai embarcar? Deixem suas experiências logo abaixo!

Atualização 28/02/2018 às 14:50

O desenvolvedor Jay “saurik” Freeman, criador do Cydia em pessoa, compartilhou um post no Reddit criticando a ação de @CoolStar ao lançar o Electra — e recomendando aos usuários do repositório que evitem instalar a ferramenta ou, do contrário, mantenham-se afastadas das próximas versões do Cydia que deverão ser lançadas em breve (pois não há como garantir compatibilidade entre o repositório e o jailbreak daqui para a frente).

De acordo com @saurik, as pessoas que instalaram o Electra estão “basicamente usando uma bifurcação (fork)” de tudo que ele já fez, e @CoolStar construiu a ferramenta “sem pensar em como ela afetaria todo o resto das coisas que ele está trabalhando agora ou trabalhará no futuro próximo ou distante”. O desenvolvedor critica ainda a atitude de @CoolStar de dar aos pacotes do Electra nomes e números de versão semelhantes ao do próprio Cydia e das criações de @saurik, o que pode criar confusão nos usuários e em futuras versões daqui pra frente.

@saurik completa afirmando que está, sim, desenvolvendo atualizações para o Cydia que deverão chegar em breve; os usuários que preferem continuar com o desenvolvedor devem manter-se longe do Electra, segundo suas próprias palavras.

O hacker @CoolStar respondeu aos comentários de @saurik no Twitter, afirmando que o desenvolvedor nem se deu ao trabalho de checar os pacotes do Electra e várias das suas alegações são incorretas e quase todos os elementos da ferramenta foram desenvolvidos por ele próprio.

Que situação, hein?

Posts recomendados
Comentários

O Modo Escuro foi ativado ou desativado.
Atualize esta página para ver os comentários.


Carregar mais posts recentes