Flutter é um novo framework do Google para facilitar o desenvolvimento de apps tanto para iOS quanto para Android

Imagem de destaque

Conforme pesquisas indicam, o Android e o iOS são os principais únicos sistemas operacionais no mercado de smartphones hoje em dia. Entretanto, é recorrente vermos apps sendo desenvolvidos somente para um sistema — se algum dia os criadores decidirem levá-lo para o concorrente, talvez seja necessário contratar uma nova equipe para lidar somente com esse projeto.

Para abreviar o esforço e facilitar o trabalho de desenvolvedores de aplicativos — não somente para Android como também para iOS —, o Google anunciou um novo framework durante o Mobile World Congress 2018: o Flutter.

Flutter, do Google

No Flutter, desenvolvedores encontram ferramentas para criar de forma mais rápida apps multiplataforma que, segundo o Google, permanecem com uma ótima performance — proporcionada pelo uso de um processador acelerado por GPU1 e pelo tempo de execução do código ARM nativo. O design também é algo importante e poderá ser modificado facilmente, sendo adaptados às particularidades de cada sistema.

Enquanto os desenvolvedores fazem modificações em seus apps, as mudanças podem ser vistas rapidamente, em tempo real. E para auxiliar ainda mais, os criadores podem acessar uma biblioteca de animações, widgets e mais. O framework também já suporta o iPhone X e o iOS 11, inclui recursos de acessibilidade (como suporte a leitores de tela e a formato de imagem), conta com execução de código em segundo plano, mudanças variadas de localização, entre outras coisas.

Flutter, do Google

Exemplos de apps criados com o Flutter

Em termos de compatibilidade, o Flutter já conversa com diversas ferramentas utilizadas no desenvolvimento de apps, tais como o Android Studio, o Visual Studio Code e até o Xcode. Ele tem seu foco em Dart, pois a equipe acredita que essa é a linguagem de programação “certa” para o tipo de trabalho que querem entregar; nesta versão, Flutter já suporta o Dart 2.

E mesmo que tenha sido disponibilizado publicamente agora, o framework já foi utilizado para produzir diversos aplicativos, sendo um dos principais o app oficial do musical Hamilton (disponível apenas na App Store americana).

O Flutter é um framework de UI para mobile do Google para criar interfaces nativas de alta qualidade no iOS e no Android em tempo recorde. O Flutter trabalha com código existente, é usado por desenvolvedores e organizações em todo o mundo, é gratuito e de código aberto.

O projeto ainda está na sua primeira versão beta, mas o plano do Google é soltar novas versões de testes a cada quatro semanas — para a sua versão 1.0, a equipe buscará aprimorar a estabilização do framework e concluir o cenário.

Caso queira se aventurar, você já pode testar a plataforma gratuitamente.

via TechCrunch

Posts recomendados
Comentários

O Modo Escuro foi ativado ou desativado.
Atualize esta página para ver os comentários.


Carregar mais posts recentes