Drones são utilizados para contrabandear mais de R$260 milhões em iPhones para a China


À medida que a tecnologia avança, parece que os criminosos também se atualizam e criam maneiras cada vez mais mirabolantes de trapacear.

Foi o que aconteceu em Hong Kong, onde contrabandistas estavam utilizando drones para transportar iPhones — que, por lá, são mais baratos — para a China continental.

Drone contrabando de iPhones

Conforme contou a Reuters, autoridades prenderam 26 suspeitos que usaram drones para levar dois cabos de 200 metros entre Hong Kong e a China continental, com iPhones recondicionados no valor total de 500 milhões de yuans (mais de R$260 milhões).

O grupo de criminosos atuava durante a madrugada, depois da meia-noite, e, utilizando pequenas bolsas nos drones, conseguia passar 10 iPhones em poucos segundos. A estimativa é que eles conseguiam contrabandear até 15.000 iPhones em uma única noite.

Os regulamentos do uso de drones são bastante importantes na China, já que o país é o maior produtor de drones para consumo. As regras em relação a eles são bastante novas, instituídas no ano passado a fim de evitar alguns acidentes com aeronaves, e exigem que os donos dos dispositivos os registrem (até um certo peso).

O Legal Daily afirmou que este é o primeiro caso encontrado na China em que drones são utilizados para praticar crimes “transfronteiriços de contrabando” — quer dizer, pelo menos que eles saibam, né? Só espero que essa moda não pegue.

via 9to5Mac

Comentários

O Modo Escuro foi ativado ou desativado.
Atualize esta página para ver os comentários.

Posts recomendados

Relatório de erro de ortografia

O texto a seguir será enviado para nossos editores: