OPPO Find X é mais um smartphone a substituir o notch por um compartimento motorizado

É, meus amigos, parece que a tendência do recorte nas telas trazida pelo iPhone X (e, antes dele, pelo Essential Phone) pode ser rapidamente suplantada: as fabricantes estão percebendo que a recepção ao notch não tem sido das melhores pela parte do público e estão rebolando para eliminá-lo o quanto antes — e, na prática, enquanto ninguém chega com uma forma física e economicamente viável de colocar as câmeras por debaixo da tela, isso significa criar um compartimento retrátil para elas.

A fabricante chinesa Vivo foi a primeira a apresentar algo do tipo, na semana passada, e agora a também chinesa OPPO está levando tudo ao próximo nível com o seu smartphone Find X.

OPPO Find X

Com um painel OLED (Full HD 1080p) curvo de 6,4 polegadas e uma razão tela/superfície de 92,25% (a maior já vista num smartphone, apesar de o aparelho ainda trazer um discretíssimo queixo na sua porção inferior), o OPPO Find X parece ser um monolito composto basicamente por tela.

Isto é, até que alguém toque no ícone da câmera em sua tela inicial e a mágica aconteça: um compartimento motorizado no topo do smartphone ergue-se em meio segundo, revelando a câmera frontal e as duas câmeras traseiras, todas ocultas durante a sua utilização normal.

OPPO Find X

A solução encontrada pela OPPO permite a implementação da tela de ponta a ponta sem recorte, além de proteger as lentes das câmeras de possíveis riscos e rachaduras. O módulo traseiro traz dois sensores de 16 e 20 megapixels, enquanto a câmera frontal tem absurdos 25 megapixels e um sistema de escaneamento facial 3D “semelhante” ao Face ID — de fato, assim como no iPhone X, não temos aqui nenhum tipo de autenticação por digitais; o Find X se garante somente com o reconhecimento da face. E sim, toda vez que você for desbloquear o telefone, ele abrirá e fechará a câmera. 😳

O Find X traz ainda um processador Qualcomm Snapdragon 845, 8GB de RAM e até 256GB de armazenamento, além de uma bateria de 3.730mAh (com suporte a carregamento rápido) e espaço para dois chips. Infelizmente, a saída para fones de ouvido ficou de fora — e sim, eu continuo culpando a Apple por isso. O sistema é o Android 8.1 “Oreo” rodando numa camada personalizada chamada de Color OS que, bem… parece com o iOS talvez um pouco mais do que os advogados da OPPO gostariam de admitir. Sério, olhem aquele app de câmera!

O The Verge fez um vídeo com o bichinho que mostra sua principal inovação em toda a sua glória:

O OPPO Find X começará a ser vendido na China nesta semana, por preços ainda não confirmados; estima-se que a versão mais cara, de 256GB, fique na faixa dos US$1.150. Uma nota interessante é que esse é o primeiro aparelho da OPPO que a fabricante pretende vender nos Estados Unidos, o que o torna potencialmente mais acessível a todos nós deste lado do mundo — resta saber quando (ou se) ele realmente cruzará o Pacífico.

Vocês comprariam?

via Cult of Mac

Posts recomendados
Comentários

O Modo Escuro foi ativado ou desativado.
Atualize esta página para ver os comentários.


Carregar mais posts recentes