Novo MacBook Pro não aguenta o poder do chip i9 da Intel por muito tempo [atualizado]

Recentemente comentamos que os novos MacBooks Pro se saíram muito bem em testes de benchmark, mostrando a potência da arquitetura “Coffee Lake” dos novos chips da Intel nesses computadores.

Toda essa potência atraiu os olhares do YouTuber Dave Lee, que publicou um vídeo ontem (17/7) relatando uma situação potencialmente complicada do modelo topo-de-linha personalizado do MacBook Pro: o “afogamento” do software quando o chassi superaquece.

No vídeo Lee explica que, após alguns segundos de trabalho de alta intensidade (como editar no Adobe Premiere Pro), o sistema começa a afogar e a velocidade do clock do processador é drasticamente reduzida. E não, não estou falando do Turbo Boost — que no modelo de 15 polegadas pode chegar a 4,8GHz com o chip i9 da Intel — e sim da velocidade básica do clock, que é de 2,9GHz.

Esse chip i9 no MacBook Pro não consegue ao menos manter a velocidade base do clock. Esqueça o Turbo Boost, ele nem consegue manter a velocidade do clock de 2,9GHz, o que é um absurdo. Essa CPU possui um chip habilitado para overclock, mas todo esse potencial da CPU é desperdiçado dentro desse chassi — ou mais, a solução de resfriamento que está aqui dentro.

Durante o teste, o novo MacBook Pro demorou quase 40 minutos para renderizar um vídeo, enquanto que o modelo de 2017 anterior foi capaz de executar a mesma tarefa em 35 minutos. Ainda que o Premiere Pro não esteja bem otimizado para o macOS, a diferença entre os dois modelos do MacBook Pro é notável.

Para entender como o superaquecimento afeta o processamento do computador, Lee fez outro teste com o mesmo software de edição, mas, dessa vez, com o MacBook Pro dentro de um freezer (sim, ele fez isso). Nesse teste, o notebook renderizou o mesmo vídeo em apenas 27 minutos e 18 segundos, o que indica o quanto essa questão afeta o desempenho da máquina.

Assim como foi enfatizado pelo 9to5Mac, este é apenas um teste usando um único MacBook Pro e um aplicativo específico, logo, não é possível saber se isso de fato representa um problema para grande parte dos modelos de 15″ equipados com o chip i9 da Intel ou não. De qualquer forma, vamos continuar acompanhando possíveis futuros relatos para entender melhor essa situação.

Vale notar que, originalmente, o modelo topo-de-linha do novo MacBook Pro de 15″ vem com um chip Intel Core i7 de 2,6GHz. Para obter o Core i9 de 2,9GHz, é preciso personalizar a máquina pagando US$300 a mais por isso (nos EUA).

Atualização 19/07/2018 às 09:20

De acordo com novos testes divulgados pelo AppleInsider e pelo 9to5Mac, o MacBook Pro de 15 polegadas equipado com o chip Core i9 da Intel realmente sofre um processo de superaquecimento que afeta o desempenho final da máquina.

O AppleInsider utilizou o software Cinebench 15 para medir a performance do notebook e o Intel Power Gadget para calcular a velocidade do clock. Após dez testes, eles concluíram que, de fato, quando o chip atinge a temperatura crítica de 100ºC, a velocidade do clock da CPU é reduzida drasticamente, podendo atingir 2,02GHz.

Ainda de acordo com o site, a solução mais óbvia no momento é que “a Apple altere a velocidade máxima do processador ajustando a potência que o chip recebe”. Ironicamente, desacelerar a velocidade máxima do processador pode permitir que ele finalize as tarefas mais rapidamente, já que manterá a temperatura ideal do processador.

Já o 9to5Mac rodou o software Final Cut Pro (da própria Apple) para exportar um vídeo 4K em 60qps1 e o mesmo software da Intel para medir a velocidade do clock. Durante o processo, a máquina entrou em um período ocioso, no qual a velocidade do clock da CPU chegou a 800MHz. Ainda que esse período no qual a máquina espera para executar alguma tarefa seja comum, no MacBook Pro ela está diretamente ligada a uma questão térmica.

Com mais esses testes é possível entender que, de fato, a Apple deve verificar essa questão que acomete os novos MacBooks Pro com tais configurações. Resta-nos aguardar por uma resposta oficial, se ela vier.

Posts recomendados
Comentários

O Modo Escuro foi ativado ou desativado.
Atualize esta página para ver os comentários.


Carregar mais posts recentes