Apple divulga receita recorde de US$53,3 bilhões no terceiro trimestre fiscal de 2018 [atualizado 2x]

Conforme previsto, a Apple acaba de divulgar seus resultados financeiros referentes ao terceiro trimestre fiscal de 2018 — que terminou em 30 de junho passado.

A Apple fechou o trimestre com uma receita recorde (para esse período) de US$53,3 bilhões, dentro dos US$51,5-53,5 bilhões que ela mesma havia previsto — representando um crescimento de 17% em relação ao terceiro trimestre fiscal de 2017 —, com lucro líquido de US$11,5 bilhões (32% a mais). Os ganhos por ação diluída foram de US$2,34, uma disparada de 40% em um ano. Vendas internacionais compreenderam 60% de toda a sua receita trimestral.

Aqui estão os números por segmentos:

Numa primeira análise de números, vemos que o preço médio de venda de iPhones deve ter mesmo disparado com o modelo X vendendo tanto. iPads ficaram relativamente estáveis (a queda em receita demonstra a popularidade do modelo de entrada de 9,7″), enquanto Macs levaram um bom tombo nesse trimestre. Mantendo uma recente tendência, Serviços e Outros dispararam significativamente em um ano.

Eis a declaração do diretor executivo (CEO) Tim Cook:

Estamos contentes em divulgar o melhor trimestre de junho na história da Apple, e nosso quarto trimestre consecutivo de crescimento com dois dígitos. Nossos resultados do Q3 foram estimulados por fortes vendas contínuas de iPhones, Serviços e Vestíveis, e estamos bem empolgados com os produtos e serviços que estão para sair.

E a do diretor financeiro (CFO) Luca Maestri:

Nossa sólida performance de negócios levou a um crescimento de receita em cada um dos nossos segmentos geográficos, um lucro líquido de US$11,5 bilhões e um fluxo de caixa operacional de US$14,5 bilhões. Nós devolvemos quase US$25 bilhões a investidores através do nosso programa de retorno de capital durante o trimestre, incluindo US$20 bilhões em recompra de ações.

Olhando à frente para o quarto trimestre fiscal de 2018, a Apple prevê uma receita de US$60-62 bilhões (já acima do que analistas estavam apostando), margem bruta entre 38% e 38,5%, gastos operacionais entre US$7,95 e US$8,05 bilhões, outras receitas/(despesas) de US$300 milhões e uma taxa de impostos de aproximadamente 15%.

O conselho administrativo da Apple declarou um dividendo em dinheiro de US$0,73 por ação comum da companhia, pagável em 16 de agosto de 2018 a todos os acionistas registrados ao término dos negócios em 13 de agosto de 2018.

Daqui a pouco, a partir das 18h, a Apple realizará uma conferência em áudio para falar desses números e responder perguntas da imprensa. Posteriormente, faremos uma cobertura completa com os destaques do que rolar por lá aqui no MacMagazine.

Atualização 31/07/2018 às 17:50

A reação inicial de Wall Street aos números foi boa. Nas negociações pós-fechamento dos pregões da NASDAQ, as ações da Apple [$AAPL] estão subindo 2,7%, o que deve fazer seu market cap bater os US$960 bilhões.

Atualização II 31/07/2018 às 18:25

As negociações continuam quentes, e subindo bem. Neste momento, a $AAPL está +3,8% em relação ao fechamento do dia; se ela abrir o pregão amanhã nesse patamar, seu valor de mercado estará acima de US$970 bilhões! O US$1 trilhão está mais próximo do que nunca.

Posts recomendados
Comentários

O Modo Escuro foi ativado ou desativado.
Atualize esta página para ver os comentários.


Carregar mais posts recentes