Como funciona o recurso Dual SIM dos novos iPhones


Entre algumas das funções dos novos iPhones Xs/Xs Max e do iPhone Xr que mais dividem a opinião dos usuários, acredito que a funcionalidade Dual SIM esteja no topo.

Apesar de estar presente em iPhones pela primeira vez agora, em 2018, essa tecnologia não é recente e outras fabricantes já a utilizam em seus aparelhos há vários anos. Nos iPhones Xs, Xs Max e Xr, a Apple optou por usar um SIM1 físico e outro eletrônico — exceto na China, onde a tecnologia eSIM não está presente e, por questões legais, provavelmente não chegará tão cedo.

De acordo com o site da Apple, mesmo em diversos países que comercializarão iPhones com eSIM, essa funcionalidade não estará disponível imediatamente pois isso depende de as operadoras suportarem ou não tal tecnologia e de uma atualização do iOS 12, que será liberada mais para frente. A Maçã está trabalhando com as suas parceiras para que isso se expanda o mais rápido possível, mas o fato é que em muitas regiões (como no Brasil) não há nenhuma previsão de quando essa funcionalidade será disponibilizada.

A tecnologia usada para o eSIM, por sua vez, também não é recente e a própria empresa já a utiliza em dois gadgets: no iPad (Wi-Fi + Cellular) e no Apple Watch (GPS + Cellular). Nos novos iPhones, a Apple adotou o recurso chamado Dual SIM Dual Standby, ou DSDS, o que significa que os dois números podem fazer e receber chamadas, dependendo apenas dos planos contratados. Contudo, se um número estiver em uma ligação, as chamadas recebidas no outro número irão para o correio de voz — o que também dependerá do seu plano.

Você deve estar se perguntando: “Mas eu consigo colocar uma ligação em espera e atender outra chamada, como isso não será possível no novo iPhone?” Primeiro: isso será, sim, possível, desde que as duas chamadas sejam feitas para o mesmo número de celular. Se você estiver em uma ligação usando um chip e o outro número também receber um chamada, aí não será possível atendê-la.

iPhone com Dual SIM

Nesse sentido, para evitar perder uma ligação importante, a Apple recomenda ativar o encaminhamento de chamadas e encaminhar todas as chamadas de um número para o outro. Para configurar qual será o seu número primário e secundário, haverá uma seção dentro do app “Ajustes” do iOS 12 desses dispositivos, a fim de estabelecer um número padrão e definir quais recursos serão usados a partir dos números ativados — como ligações, SMS2, iMessage, FaceTime e uso de dados.

Inicialmente, a Apple está trabalhando com algumas operadoras para habilitar a função eSIM nos novos iPhones, incluindo AT&T (EUA), T-Mobile (EUA) e Vodafone (Europa) — confira a lista completa aqui.

Como dissemos, pode ser que essa funcionalidade também demore para chegar ao Brasil. Não obstante, como pelo menos uma operadora daqui já começou a trabalhar com essa tecnologia para o Apple Watch, vamos torcer para que ele e outras adotem o novo recurso para os iPhones o quanto antes.

Para configurar o eSIM, as operadoras oferecerão um código QR escaneável pelo própria câmera do iPhone, o qual permitirá a configuração do plano contratado.

Barra de sinal de um iPhone com Dual SIM

E, aqui, vai uma curiosidade: com dois SIMs ativados, o ícone do sinal no iPhone exibe a intensidade das duas operadoras; as barras maiores indicam o sinal do SIM padrão, enquanto que as menores (logo abaixo), do SIM secundário.

Posts recomendados
Comentários

O Modo Escuro foi ativado ou desativado.
Atualize esta página para ver os comentários.


Carregar mais posts recentes

Relatório de erro de ortografia

O texto a seguir será enviado para nossos editores: