Confirmado: iPhones XS, XS Max e XR europeus serão homologados no Brasil

Na semana passada, nós explicamos que os modelos A1920 e A1921 (iPhones XS e XS Max, respectivamente), vendidos nos Estados Unidos, não suportam a banda 28 (de 700MHz APT) do 4G/LTE. Isso quer dizer que eles não funcionarão aqui no Brasil, que não conseguirão se conectar a redes 4G brasileiras? Não é bem assim. Eles funcionarão, sim, já que boa parte do sinal 4G atual utiliza a banda 7 (de 2.600MHz).

Acontece que, com a liberação da banda 28 (graças à morte do sinal analógico de TVs), essa frequência de 700MHz APT passou a ser usada também por algumas operadoras, a fim de ampliar e melhorar a cobertura da rede 4G no nosso país. A tendência é que a utilização da banda 28 aumente — e o problema está aí: como os iPhones XS e Xs Max americanos não suportam essa frequência, pode ser que em algumas cidades ou regiões você não consiga ter o melhor sinal 4G. Sendo assim, o mais recomendado (para quem pode, é claro) é adquirir o modelo A2097 (XS) ou o A2101 (XS Max), vendidos em países europeus e asiáticos.

A própria Apple já confirmou que os modelos A2097 e A2101 serão os comercializados aqui no Brasil, já que na página de especificações dos iPhones XS e XS Max constam justamente tais modelos.

Frequências dos iPhones XS/XS Max no Brasil

Até alguns dias atrás, essa página havia sido apenas traduzida para o português e ainda listava os modelos americanos. Agora, a Apple organizou tudo e já indica os corretos para o mercado nacional.

E o iPhone XR?

Tudo isso que falamos é relacionado aos iPhones XS e XS Max. Mas e o iPhone XR? O modelo de 6,1″ que será lançado pela Apple no fim de outubro seguirá este mesmo caminho? Sim.

iPhones Xs, Xs Max (dourados) e Xr (azul) de frente um pro outro

Na página que lista os países e os respectivos modelos de iPhones que serão comercializados em cada um deles, não temos ainda nenhuma menção ao iPhone XR. Contudo, na página de especificações do telefone, a Apple lista o modelo A2105 — que é diferente do modelo listado na página americana, o A1984.

Esse cenário já era praticamente certo, mas agora está confirmado. Obviamente, assim como os iPhones XS e XS Max, o iPhone XR comprado nos EUA funcionará no Brasil, mas terá essa limitação de se conectar a redes 4G quando uma determinada operadora trabalhar apenas na frequência de 700MHz APT (banda 28) em determinada cidade ou região.

É bom notar que nenhuma operadora simplesmente vai deixar de suportar a banda 7 (de 2.600MHz) no curto prazo. Muito dinheiro foi investido para construir o 4G brasileiro e, atualmente, a expansão da banda 28 (de 700MHz APT) está “em fase inicial”. Ainda que ela seja mais interessante por oferecer maior penetração de sinal (ultrapassando obstáculos como paredes e melhorando a cobertura em ambientes internos) e por ter um alcance maior, nada nesse mercado de tecnologia acontece da noite para o dia. Não é à toa que ainda hoje o sinal 2G/EDGE continua operante.

É claro que o melhor dos mundos é ter um aparelho que suporte às duas bandas, para você não ter com o que se preocupar. Mas, de novo: adquirir um iPhone XS, XS Max ou XR nos EUA não quer dizer que você não vai se conectar a redes 4G aqui no Brasil. E, independentemente disso, terá garantia total no Brasil — podendo até trocá-lo por um modelo nacional em caso de defeito, quem sabe.

Posts recomendados
Comentários

O Modo Escuro foi ativado ou desativado.
Atualize esta página para ver os comentários.


Carregar mais posts recentes