Qualcomm perde batalha e não consegue banir importação de iPhones para os EUA

A briga entre Apple e Qualcomm ganhou hoje um novo capítulo.

Como já informamos, a fabricante de chipsets de modem queria banir a importação de iPhones e iPads para os Estados Unidos; em junho, a Comissão de Comércio Internacional dos Estados Unidos (U.S. International Trade Commission) começou a investigar o caso e, em um relatório de pré-julgamento, sugeriu que a Apple infringiu uma das quatro patentes que a Qualcomm envolvidas no caso. Na época, informamos que a decisão só sairia em setembro. Cá estamos nós no fim de setembro e… bem, a decisão saiu.

De fato, a ITC afirmou que a Apple infringiu mesmo a patente da Qualcomm relacionada à tecnologia de gerenciamento de energia; ainda assim, negou o pedido da fabricante de chips de proibir a importação de alguns iPhones (equipados com chips dela) para os EUA. Assim, a Qualcomm sofre um duro golpe na sua disputa com a Maçã.

Thomas Pender, juiz de direito administrativo da ITC, afirmou que “fatores de interesse público” pesaram contra a concessão do pedido da Qualcomm. A determinação, contudo, ainda será analisada por outros juízes.

Um porta-voz da Apple deu a seguinte declaração à Reuters: “Estamos satisfeitos pelo fato de a ITC ter parado a tentativa da Qualcomm de prejudicar a concorrência e prejudicar inovadores e consumidores dos EUA.” Já a Qualcomm não respondeu ao pedido de comentários.

iPhone 8 Plus prateado e iPhone 8 dourado com água

Vale notar que os iPhones XS, XS Max e XR não utilizam chips da Qualcomm. Sendo assim, mesmo imaginando uma possível reviravolta no caso (quem sabe os outros juízes da ITC discordando da decisão), tal medida afetaria “apenas” os modelos 7, 7 Plus, 8 e 8 Plus dos iPhone atualmente vendidos — o iPhone X, que também utilizava chips da Qualcomm, não é mais comercializado pela Apple.

Apesar da derrota da Qualcomm, a briga entre elas continua — e tudo indica que ainda estamos longe de um fim.

via MacRumors

Posts recomendados
Comentários

O Modo Escuro foi ativado ou desativado.
Atualize esta página para ver os comentários.


Carregar mais posts recentes