Imagem de destaque

iFixit desmonta novo MacBook Air e confirma maior reparabilidade


Ontem, falamos aqui sobre as baterias dos novos MacBooks Air, que, pela primeira vez em muitos anos nos portáteis da Apple, podem ser substituídas de forma avulsa em assistências técnicas autorizadas — a troca da top case (que envolve a carcaça inferior de alumínio, teclado e trackpad) não se faz mais necessária para o processo.

Com a novidade, me perguntei se não estávamos vendo uma mudança na abordagem da Apple em relação à reparabilidade dos seus computadores. Bom, ainda não temos uma resposta definitiva sobre o assunto, mas hoje o pessoal da iFixit fez seu tradicional desmonte do novo MacBook Air e veio trazer considerações sobre o tema.

Desmonte do novo MacBook Air feito pela iFixit

O processo para abrir a nova máquina portátil da Maçã não tem muitas diferenças em relação aos modelos que já conhecemos, com o uso dos (extremamente específicos) parafusos pentalobe. Ao retirar a tampa inferior, nos deparamos com o tradicional combo de baterias enormes e placa lógica diminuta; aqui, temos ainda um dissipador de calor com visual particular, semelhante a um radiador.

Desmonte do novo MacBook Air feito pela iFixit

O teclado é o mesmo dos MacBooks Pro mais recentes, com o mecanismo borboleta de terceira geração e a membrana de silicone que protege a entrada de detritos e impede (ou não) o temido #butterflygate.

Desmonte do novo MacBook Air feito pela iFixit

A iFixit elogiou bastante dois pontos, a começar pela modularidade da máquina: bateria, trackpad, Touch ID e portas Thunderbolt são todos facilmente substituíveis, pois não estão soldados a nenhuma outra parte do chassi. Além disso, ainda que vários componentes da máquina continuem sendo fixados com adesivos (a bateria, por exemplo), a Apple está incluindo agora abas que permitem ao usuário/técnico puxar facilmente essas tiras para soltá-los, facilitando muito os reparos.

Desmonte do novo MacBook Air feito pela iFixit

Falando em bateria, o componente traz 49,9Wh de capacidade — para por em perspectiva, um pouco menos que o do Dell XPS 13 (52Wh), mas maior que o do Surface Laptop 2 (45,2Wh).

Desmonte do novo MacBook Air feito pela iFixit

O MacBook Air traz processadores mais rápidos que ambas as máquinas citadas e tem a mesma longevidade (ao menos segundo a Apple), entretanto.

Desmonte do novo MacBook Air feito pela iFixit

No fim das contas, a iFixit deu ao novo MacBook Air um índice de reparabilidade 3, em 10 pontos possíveis. Não é uma pontuação invejável — afinal, mesmo que tenhamos algumas boas melhorias aqui, os computadores ainda trazem RAM e armazenamento soldados na placa lógica, e adesivos continuam não sendo a melhor forma de construção se formos pensar em reparos; o teclado integrado à top case também não ajuda. Ainda assim, é um passo adiante.

Posts recomendados
Comentários

O Modo Escuro foi ativado ou desativado.
Atualize esta página para ver os comentários.


Carregar mais posts recentes

Relatório de erro de ortografia

O texto a seguir será enviado para nossos editores: